Ceclin
abr 19, 2012 1 Comentário


Infidelidade causa perda de mandato em Itaquitinga

Folha de Pernambuco

A Mesa Diretora da Câmara de Itaquitinga (84 Km do Recife) dará posse, hoje à noite, ao novo vereador Valdeir Almeida (PSB), no lugar de Viviane Borba (PV), que teve o mandato cassado, anteontem, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Ela foi eleita pelo PSB, em 2008, com 414 votos, mas, em outubro do ano passado, mudou para o PV. O diretório socialista do município e Valdeir deram entrada com uma ação no TRE, alegando infidelidade partidária, e a decisão favorável foi unânime no pleno.

Na sua defesa, a ex-vereadora alegou perseguição e que o prefeito Geovane Oliveira (PMN) havia mudado a forma de governar. Último a dar o voto, o desembargador Stênio Neiva disse que Viviane Borba “não provou nada”. “Não consta do processo, prova robusta de que existiu grave discriminação pessoal, não havendo motivo que justifique a desfiliação da sigla partidária com a qual conseguiu o mandato de vereança”, ressaltou.

Viviane se reunirá, hoje, com seus advogados para avaliar o recurso que apresentará ao Tribunal Superior Eleitoral, na tentativa de reaver o mandato. “Mas estou tranquila. O importante é que poderei me candidatar novamente e terei mais votos do que tive para o meu primeiro mandato”, declarou a ex-parlamentar. Apesar de o julgamento ter sido num colegiado, cassação de mandato por infidelidade partidária não impugna candidatura.

Valdeir Almeida obteve 172 votos e assumirá o mandato pela primeira vez, confiante em aproveitar os quase oito meses na Câmara. Aliado do prefeito Geovane Oliveira, o socialista disse que Viviane saiu do PSB porque o tio dela, Antônio Matias, disputará a Prefeitura e ela irá apoiá-lo.