Ceclin
out 09, 2020 0 Comentário


IFPE Vitória tem projeto selecionado em edital nacional do AgroResidência

O projeto vai aplicar tecnologias sustentáveis em arranjos produtivos locais

O Campus Vitória de Santo Antão, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), teve um de seus projetos selecionados no primeiro edital do AgroResidência – Programa de Residência Profissional Agrícola, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O resultado do edital foi publicado na última segunda (05/10), e selecionou 75 projetos que serão financiados para desenvolverem atividades voltadas à qualificação técnica de estudantes e recém-egressos dos cursos de ciências agrárias e afins. Desse total, quatro foram de Pernambuco, e o do Campus Vitória foi o único do IFPE aprovado no edital.

Intitulado “Aplicações de Tecnologias Sustentáveis em Arranjos Produtivos Locais”, o projeto tem como proposta a implantação do programa de Residência Profissional Agrícola e destina-se a jovens estudantes e profissionais recém-egressos para um período de treinamento prático, orientado e supervisionado, tanto em cursos de nível médio quanto superior. O responsável pelo projeto é o professor José Carlos da Costa, que também é egresso do Campus Vitória. “Além de possibilitar a inserção dos jovens recém-formados no mercado de trabalho, o projeto pretende aproximar o universo acadêmico das unidades produtivas, por meio do intercâmbio de conhecimento e de tecnologias, contribuindo mutuamente para o crescimento do agronegócio e propiciando aos produtores rurais assistência na produção e na comercialização”, explica o professor.

De acordo com José Carlos, o projeto vai envolver a participação de nove estudantes ou egressos, oriundos dos cursos técnicos em Agropecuária, Agricultura e Agroindústria e também do curso superior de Bacharelado em Agronomia. A estrutura utilizada será composta por campos de cultivo, estufas de produção vegetal, cooperativas e laboratórios, e dentre as ações realizadas terá: o levantamento de materiais, equipamentos e insumos necessários para alcançar altos rendimentos; acompanhamento e realização de assistência técnica aos produtores; aplicação de métodos de melhoramento genético de plantas; e monitoramento dos sistemas de produção de sementes de Hortaliças, entre outros. José Carlos diz que pretende, por meio do projeto, qualificar profissionais para assistirem ao pequeno, ao médio e ao grande produtor rural da região, propiciando a união entre teoria e prática na orientação desses profissionais. “Com isso, vamos desenvolver nos residentes o senso de responsabilidade ética por meio do exercício de atividades profissionais direcionando-os para uma vida cidadã e para o trabalho”, enfatiza.

O Diretor-Geral do Campus Vitória de Santo Antão, Mauro de Souza França, destaca também a importância que esse projeto representa: “O edital do Ministério da Agricultura é uma forma de valorização dos cursos de ciências agrárias espalhados pelo País, e ser selecionado nesse programa do governo é um reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo nosso Instituto, em especial pelo Campus Vitória”.

do IFPE Vitória