Ceclin
nov 23, 2016 0 Comentário


Homem morto a tiros no Canal da Mangueira em Vitória

João da Tomate

O sétimo crime violento letal intencional deste mês de novembro em Vitória de Santo Antão foi registrado por volta das 19h dessa terça-feira (22/11), no Canal da Mangueira. Um homem de 43 anos foi morto a tiros de revólver que atingiram sua cabeça e acabou tombando no meio da via pública, nas proximidades da antiga “Tôca do Coqueiro”.

Os moradores logo se concentraram em torno do cadáver e acionaram a Polícia Militar (PM) que isolou a área, porém ninguém da localidade conhecia a vítima, contudo, a chegada de uma mulher fez a identificação, trata-se de Sandro Francisco de Santana. Ela como esposa da vítima contou aos policiais militares que eles estavam morando apenas há dois meses em Vitória, no Alto do Amparo, mas antes moravam em Dois Carneiros, bairro de Jaboatão dos Guararapes (RMR). A suspeita inicial para o crime é de que o mesmo havia se mudado em virtude de dívidas contraídas com agiotas, onde morava. A Polícia Civil após a perícia inicial encaminhou o corpo para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Recife.

Com este crime, Vitória já detém este mês de novembro uma significativa incidência de mortes por arma de fogo. Desde o último dia 04, a cidade tem testemunhado mortes violentas como as registradas pelo jovem Glebson em Redenção, do ex-evangélico Tatu no dia 06; bem como os jovens de 19 anos mortos nos últimos dias 08 e 17; uma mulher em Caiçara III executada no dia 18 e o ex-presidiário no último domingo (20). Notícias quanto a elucidação destes crimes, apenas o da mulher, Luciana Pereira da Silva, de 32 anos, quando a Polícia deteve os principais suspeitos que são Anderson Arocha Ferro da Silva, conhecido por “Gordo”, de 22 anos, e J.G.S., conhecido por “De menor”, que tem a idade de 15 anos e foram inclusos no inquérito que segue em curso na 17ª Delegacia de Homicídios de Vitória.