Ceclin
mar 21, 2022 0 Comentário


Deputado Henrique Queiroz Filho volta a integrar ao PP

O deputado federal e presidente estadual do Partido Progressistas (PP), Eduardo da Fonte, e o vice-presidente, Lula da Fonte, filiaram na segunda-feira (21.03) o deputado estadual Henrique Queiroz Filho ao partido. O ato foi realizado na sede do PP, em Recife, na presença da deputada estadual Roberta Arraes, do ex-deputado Henrique Queiroz (presidente do Iterpe), do vereador Carlos Henrique Queiroz, de Vitória de Santo Antão, além de deputados, prefeitos, vereadores e lideranças políticas da região.

“Henrique chega pra somar e contribuir para o grande trabalho que já é realizado por todos nós que fazemos o Progressistas. Temos certeza de que, juntos, iremos continuar garantindo muitos investimentos aos pernambucanos”, registrou Eduardo da Fonte.

Ele retorna à legenda onde iniciou a vida pública. “Pra mim é muito importante está de volta ao PP, partido em que iniciei minha vida pública, lá no ano 2000, quando candidato e vereador de Vitória de Santo Antão. Me senti em casa. Sempre fui muito bem recebido aqui e a liderança do nosso deputado Eduardo da Fonte consagra o PP como um dos partidos mais fortes do nosso estado e com isso nos dá a possibilidade de lutar e defender ainda mais os interesses da população pernambucana”, disse Henrique Filho.

Advogado e com evidente atuação nos municípios de Pernambuco em seu primeiro mandato, Henrique Queiroz Filho obteve 35 mil e 671 votos totalizados nas urnas, nas eleições do ano de 2018. “Ao longo dos poucos mais de três anos que exerço o mandato de deputado estadual defendi os investimentos feitos pelo Governo do Estado, as ações, as melhorias, mesmo com tantos problemas que enfrentamos, e o partido ao qual eu era filiado, o PL, ele é de oposição hoje ao Governo. O PP segue na Frente Popular, com a ideologia partidária, colocando a população em primeiro lugar”, justificou Henrique.

Henrique Queiroz Filho tentará a reeleição para o segundo mandato na Alepe. No momento, o deputado conta com o apoio declarado de seis prefeitos, além de vice-prefeitos, vereadores, suplentes e lideranças políticas.