Ceclin
jun 16, 2011 0 Comentário


Haddad: PNE não pode ser carta de intenções

O Plano Nacional de Educação (PNE), que traça metas para serem cumpridas na área até 2020, não pode ser uma “carta de intenções”, disse na tarde desta quarta-feira (15) o ministro da Educação, Fernando Haddad. Após adiar por três vezes sua presença, Haddad enfim participa de audiência pública da comissão especial criada na Câmara para discutir o PNE.

“É importante que o plano não seja uma carta de intenções, não podemos repetir esse erro. Temos de ter clareza de que cada meta deste plano será observada pela sociedade ao longo da década e, portanto, temos de honrar a palavra empenhada à sociedade”, disse Haddad, diante de um plenário lotado. “(O PNE) Não é só um desejo, é uma vontade combinada com determinações bastante efetivas”, completou.