• Ceclin
set 12, 2008 10 Comentários


Guia dos Prefeitos tenta entrar no eixo do debate

O Guia da Frente Popular da Vitória iniciou o Guia dos Prefeitos desta sexta-feira (12). Trazendo um depoimento truncado do maestro Pacheco, da Banda Marcial do Colégio Municipal 3 de Agosto, que acabou fazendo um desabafo por não ter feito a apresentação da Banda Marcial na Praça da Matriz. Segundo a fala, estes foram impedidos diante da impossibilidade de acesso a Praça. Segundo eles “um verdadeiro vandalismo”. “Na festa de 7 de setembro procuraram misturar” (?).

Acredito que o ouvinte do Guia não entendeu nada!

O que tem haver este fato com o Guia do Prefeito DEDÉ? Esta mensagem não ficou clara.
Após houve depoimentos de vários moradores do bairro de Caiçara defendendo as ações da Prefeitura na comunidade. “Temos remédio sim no posto de sáude”. Outro morador afirmou: “Aglaílson trabalhou muito e ele deve continuar” (?), defenderam.

Adiante ouvimos a fala do prefeito Demétrius Lisboa (PSB), candidato a reeleição, que fez a defesa do seu candidato a vice. “É muito gratificante ter Bione como meu vice. Há 26 anos salvando vidas como médico, o nosso vice na qualidade de bom médico popular que é, vai nos ajudar esse nosso projeto de avanço na saúde, melhorando a vida da nossa população”, discursou DEDÉ.
Com a participação do Dr. Bione este considerou: “Quero contribuir mais como vice-prefeito. Contribuo como médico e contribuo também como político neste projeto independente que se faz no setor de saúde na cidade. Tenho certeza que vamos dar as condições para que a cidade dê saltos de qualidade. Tou feliz em contribuir com o governo que Faz e vai continuar fazendo”, ressaltou Bione.

A coligação Vitória de Cara Nova, do candidato a prefeito Cristiano Pilako (PTB), não perdendo tempo começou discursando, passando a impressão que o som de fundo se tratava de um evento externo com pessoas participando. “Vitória é uma cidade pólo importante. É preciso que se tenha respeito ao forte comércio que temos. Essas caminhadas no sábado, essa bagunça no comércio tem que acabar. Isso é um desrespeito ao comércio”, falando que a Justiça Eleitoral em conjunto com o 21º BPM enquadrou os dois principais candidatos para evitar grandes manifestações no centro comercial.

“Esse modelo de campanha ultrapassado, arcaico praticado por eles não ajuda o nosso povo”, falou completando: “O Zé Coroné (sic) não respeita o direito constitucional para que a população possa acompanhar o guia pela TV. A TV e o rádio tem que fazer o debate, mas o Zé Coroné não deixa”, alfinetou.
“Gente, o Guia Eleitoral é feito ‘Big Brother’! No início todo mundo parece santinho, mas depois é que o telespectador começa a conhecer quem é quem. A mesma coisa é o Guia. Porque lá é o espaço para conhecer as propostas de cada um e acompanhar suas reações”, explicou Pilako.
Com relação os atos de campanha das majoritárias na Av. Mariana Amália Pilako forneceu a notícia em primeira mão: “A Justiça Eleitoral conseguiu tirar a algazarra do Comércio. Vocês não terão essa bagunça no Centro”, avisou.

Outra coisa mencionada pelo petebista foi com relação a cobrança que ele faz do Debate entre os candidatos a prefeito: “Parece que o microfone está dando choque”, colocando a razão porque Elias Lira e DEDÉ não querem o debate.
Questionando a proposta de DEDÉ de fazer o maior programa de iluminação pública da história da Vitória de Sto. Antão, Pilako não deixou por menos: “Ele vai trazer a iluminação da praia de Boa Viagem pra cá, é?”, ironizou. “Ele vai iluminar o quê, depois da escuridão que deixaram. Pra todo mundo comprar calção de banho e trazer a praia pra Vitória e todo mundo se banhar”.
“Eles só sabem prometer e fogem do debate. Vocês não estão preparados para assumir a prefeitura”, sentenciou Cristiano Pilako.

Como já se tornou costume, o Guia da coligação Vitória bem administrada, lançou sua contagem oficial para lembrar que já são 24 dias sem o Guia Eleitoral na Televisão (TV Vitória).

No Guia de Elias Lira (DEM), o locutor oficial Aderval Barros mencionou que a população há muito tempo escuta ‘baboseiras’ (sic) na TV Vitória, “e agora pra ver a verdade eles tiraram a TV pra não exibir o Guia. O Aglaílson se acha o dono da verdade. Você tá vendo ele descumprir a Lei”, frisou.
Para depois dizer: “Esse tipo de atitude você não ver com Elias Lira. Você nunca viu Elias fazer isso (descumprir a Lei)”, falou o locutor.

Lembrando a denúncia do comércio de compras de bandeirolas que estão fixadas nas residências, citou que “por amor ao 25 as pessoas colocam as bandeiras em casa. Nem tampouco precisamos pagar por isso”, falou Aderval. Para depois a reportagem do Guia de Elias Lira colocar o áudio de moradores do bairro de Cajueiro perguntando: “quanto vale uma bandeira?”. A moradora respondia: “No coração o meu prefeito é Elias Lira. Só botei a outra bandeira porque eu preciso do dinheiro”, desabafou uma moradora.
O locutor fez os cálculos das bandeiras pagas, segundo ele, pelos militantes de DEDÉ, para pendurar nas casas do Cajueiro. “Pelos números das casas que estão com a bandeira vermelha dá R$ 5.000,00 pagos. Isso não seria suficiente para colocar calçamento na rua de entrada do Posto de Saúde?”, questionou. Depois bombardeou que na localidade não havia remédios, saneamento e médicos nos serviços de saúde do bairro. “Merenda na escola daqui não tem”, denunciou outra moradora.
Puxando o chavão: “Contra a administração incompetente, vote Elias Lira prefeito”.

DENÚNCIA do Guia desta sexta-feira: O locutor falou que grande parte do Secretariado do atual governo é composto de gente de fora do Município. Relacionando um por um, além do cargo que assume e a cidade onde estes secretários moram. Falou que o Secretário de Obras – Renildo Júnior é genro de Aglailson. Citando ainda Germano Braz, Ivaldo, Luzinete, Josefa Passos (Cupira), Eliane Campos (Gravatá), Ana Querálvares (filha de Aglaílson residente em Recife), Andréa (Recife), Judas Tadeu (Glória do Goitá), Demir, Bosco (Recife), Diógenes (Recife), Carla Santos (Chã de Alegria), Dr. Carlos. No final perguntou: “Quer dizer que Vitória não tem profissionais para assumir estas Secretarias?”

Ele fez questão de afirmar que muitos destes Secretários não trabalham e recebem seus salários na cidade deles. “Dedé só faz assinar a liberação”, provocou. “O roubo é grande”, citou o locutor para dizer que Vitória tem hoje o valor de R$ 110 milhões em pagamento destinados tão somente para Cargos Comissionados. Pedindo para os ouvintes acessarem o site e comprovar: www.tesouro.gov.br

Não perdoaram nem os Locutores das rádios locais. “Depois que a gente fala vocês comentam sobre o Guia Eleitoral, seus locutores babões. Vocês tão preocupados em perder a mamata, não é?”, instigou.

P. S.: O candidato a prefeito Gilvan Contador (PDT) repetiu mais uma vez o seu Guia Eleitoral.

por Lissandro Nascimento.

Leia a matéria sobre a posição do autor neste Link: http://avozdavitoria.blogspot.com/2008/07/posio-dos-editores-deste-blog.html