Ceclin
set 24, 2008 7 Comentários


Guia começou a perder o seu foco

O Guia Eleitoral em cadeia de rádio dos candidatos a Prefeitura da Vitória de Sto. Antão desta quarta-feira (24) foi iniciado pelo democrata Elias Lira.
O seu locutor oficial, Aderval Barros, começou destacando o fato ocorrido no último sábado da troca de tapas entre os Deputados Henrique Queiroz (PR) e Aglaílson Júnior (PSB), por bandeiras amarelas e vermelhas. Segundo ele, o caso repercutiu negativamente na sociedade afirmando: “Aglaílson Júnior está fora de si”. Mencionou a atitude do seu pai, ex-prefeito José Aglaílson em veicular nas ruas uma nota em carro de som, que segundo o guia de Elias, contrariou a versão dita pelos moradores de Estrada Nova. Acrescentando: “Isso comprova que eles praticam a pressão e o desespero entre os funcionários, incitando a violência entre a população”, concluíram indagando: “Você, eleitor, não constata estas atitudes no grupo que faz parte da candidatura de Elias Lira, nem ver isso com Henrique Queiroz e nem com Paulo Roberto. Não há nada neles que procure incitar a violência”, asseverou o locutor.
Após entra o candidato a vice-prefeito, o advogado Henrique Filho, respondendo as indagações da repórter: “Nossa atuação tem sido com os jovens que tem se aproximado de nossa campanha, temos a preocupação com o jovem que falta oportunidades de emprego e capacitação. Falta um incentivo aos jovens e eles estão vendo nossos esforços e tem acreditado. Eles tem sido importantes na nossa campanha”, declarou o vice de Elias Lira.
Henrique Filho mencionou ainda que a cidade terá uma surpresa nos próximos dias onde serão apresentados os modelos de ônibus que serão fornecidos aos estudantes que se deslocam a capital pernambucana.
Com relação a Escola Técnica ele declarou que o projeto existente na Prefeitura atual ficou no papel. “Se tornou um cabide de empregos. A escola de capacitação iremos colocar para funcionar e acabaremos com o descaso e o desprezo. A Sadia está de parabéns em procurar capacitar a mão de obra. Se a gente dependesse tão somente da Prefeitura não teríamos qualificação”, salientou ele.
Com relação a Juventude eles apresentaram as seguintes propostas: Criação da Secretaria de Juventude para desenvolver ações na área. Assegurar no âmbito das políticas públicas ações em combate a violência e a promoção da cidadania. Fortalecimento do Cons. Tutelar e das entidades ligadas aos jovens. Garantir a elevação da escolaridade e a criação de bibliotecas e espaços de leitura.
DENÚNCIA: Após, segundo o guia, a Prefeitura haver se negado a ceder o Carneirão ao time do Vitória, eles denunciaram que os proprietários que locam ônibus para viagens foram coagidos a não alugar ônibus para os torcedores do Vitória se deslocarem para outras cidades a fim de assistir os seus jogos. Segundo eles, a PMV iria penalizá-los com a quebra de contratos de prestação de serviços. Para completar disseram: “Vitória não tem dono!”“, criticaram.
O Repórter 25 acabou expondo os áudios de produtores locais das hortaliças em Natuba denunciando que as condições estruturais são precárias. “A estrada não tem condições de facilitar a saída de nossa produção”, reclamou um deles. “A CEAVI está sucateada”. “Não vejo nenhum trabalho voltado a agricultura”, denunciaram outros. Uma das comerciantes falou: “O prefeito fechou o cerco no Banco do Nordeste para Natuba para nos prejudicar e não termos verbas”, asseverou. “Não tem assistência nenhuma em Natuba da Secretaria de Agricultura da cidade”, salientou outro.
Após Mateus de Deus e Melo, da Paróquia da Matriz, fala no Guia convidando para a Caminhada da Família, nesta quinta-feira (25), com saída às 20:00 da Praça do Livramento.
No guia da Frente Popular da Vitória, do candidato a reeleição do PSB, prefeito DEDÉ, desta quarta-feira acabou tendo todo o seu tempo dedicado aos depoimentos do governador do Estado, Eduardo Campos (PSB), e do presidente Lula.
O governador declarou que Pernambuco vive um momento único. “Com melhores serviços públicos. Estamos pela primeira vez crescendo mais que os outros Estados do Nordeste. Há hoje uma distribuição de riquezas nas micro regiões e estamos dando uma atenção especial aos que mais precisam”, refletiu Eduardo.
Para defender: “Esses governos que apostam na nova via de desenvolvimento, este alinhamento político com Lula, Eduardo e Dedé são importantes. Dedé eu conheço há muito tempo. Ele é competente e vai nos ajudar”, assegurou o governador.
Para também ser reforçado pelo presidente Lula que reproduziu no Guia um áudio padrão afirmando que o País vive o segundo melhor momento para o seu povo. “Se o prefeito tiver afinidade com o nosso governo devemos escolher alguém comprometido com o nosso projeto de desenvolvimento, e peço para que este candidato seja apoiado pelo seu povo”, procurou defender o presidente.
No Guia a coligação de Dedé declarou que o Programa de Governo já está disponível no seu site:
Após encerrou o Guia de Dedé nominando uma série de ações governamentais executadas pela atual administração: PETI. COMDICA, CRAP, doações de sopas e cestas básicas, apoio a entidades como a AMA, creches, orfanatos. Projeto de iluminação, organização de trânsito em parceria com o DETRAN. Colocação de semáforos. Pacto pela Vida, Campus UFPE. Apoio a estudantes especiais. Viabilização do EJA, SAMU, CENOV, Fisioterapia, 24 postos de saúde e PSF’s, CEMU e CESV, dentre outras.


Já o guia do candidato da coligação Vitória de Cara Nova, Cristiano Pilako (PTB), começou cobrando o debate. “Precisamos fazer a batalha dos projetos e não das brigas físicas”, continuou dizendo: “Esse modelo só beneficia a continuação deste projeto de dominação”. Provocando: “Dedé não fala. Fala Dedé alguma coisa!”. Provocando o outro adversário afirmou: “Elias não fala da Feira Livre. A zuada no centro foi diminuída graça a nossa cobrança e denúncia contra estes dois candidatos que não respeitam o comércio”.
Citando o fato da reunião realizada pela Justiça Eleitoral local com os prefeituráveis, Pilako repassou no guia que será retirada todas as bandeiras dos candidatos que usam e abusam da cor amarelo e vermelho expostas nas residências. “Nesse briga de cores os perdedores são os eleitores, que não tem condições de discutir com os candidatos o que se espera para o Município”, assinalou Pilako.
“Quero protestar mais uma vez que o canal 58 que descumpre a Lei. Na antena da emissora está lá uma bandeira vermelha grande. Tire-a de lá”. Para finalizar: “Vitória não é boi para ser ferrado. Não é curral eleitoral. Vote no novo!”, pediu Pilako.


O Guia de rádio do candidato a prefeito pelo PDT, Gilvan Contador, desta quarta-feira, não teve a participação direta do candidato, quem fez as honras como locutor foi o candidato a vereador de sua coligação, Ednaldo Ribeiro, que argumentou a necessidade de uma renovação política e gerencial em Vitória. “Os políticos maltratam o cidadão vitoriense e ficam maltratando os concorrentes. A cidade está pequena politicamente, pois a discussão se resume a músicas. Os carros de som abusam da autoridade. Foram inúmeras as chances que o amarelo e vermelho tiveram quando governam esta cidade. Cadê? Isso é evolução?”, indagou o locutor e candidato a vereador. Citando que um dos exemplos foi que a educação não melhorou nas duas gestões (amarela e vermelha!).

Falando do Programa de Governo de Elias Lira e Demétrius ele foi inteligentemente irônico: “Elias Lira quer ser Engenheiro e Arquiteto. Parece que Vitória no governo dele em quatro anos vai se tornar uma Nova York. Já o outro candidato a prefeito, o Dedé, quer ser o líder espiritualista o ‘Gandhi’. O programa de governo da atual administração é uma obra intencional”, falou e disse adiante: “Gilvan Contador se coloca como opção, pessoa nova que deve ser levada para a Prefeitura Municipal. Vamos apostar na renovação, que pode dar certo!”, incentivou.
“É assim que eles querem evolução? Vamos mudar. Vitória só crescerá e mudará a partir do seu modo de votar! Colocar o novo pode dar certo!”, finalizou.

Por Lissandro Nascimento.