• Ceclin
jun 14, 2019 0 Comentário


Greve Geral: dezenas de cidades pernambucanas realizam protestos contra Reforma da Previdência

A BR 232, em Jaboatão dos Guararapes, sendo liberada pela PRF. Foto: Divulgação/PRF

A BR 232, em Jaboatão dos Guararapes, sendo liberada pela PRF. Foto: Divulgação/PRF

Duas semanas após as manifestações contra os cortes na Educação que mobilizaram todo o Estado no dia 30 de maio, nesta sexta-feira (14/6) os pernambucanos voltaram às ruas contra as medidas do governo Jair Bolsonaro (PSL). Os protestos fazem parte da agenda da Greve Geral, que acontece em todo o Brasil e tem como objetivo central defender o direito de aposentadoria e barrar a Reforma da Previdência apresentada pelo presidente e seu ministro da Economia Paulo Guedes por meio da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19.

A ação unitária é convocada pelas centrais sindicais e conta com o apoio de movimentos populares, partidos políticos de esquerda, entidades estudantis, além da Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo. A proposta do atual governo para a aposentadoria prejudica principalmente os grupos economicamente mais vulneráveis, por meio de medidas como aumento do tempo de contribuição, mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e fim da aposentadoria rural.

protesto-greve-geral-sao-caetano-2-Pelo menos três rodovias que cortam Pernambuco ficaram bloqueadas nesta manhã para passagem de veículos em função dos protestos da greve geral contra a reforma da Previdência. A BR 104, em Caruaru, ficou com boqueio nas imediações do quilômetro 43. Em Agrestina, no Agreste do estado, a BR 104 teve outro bloqueio, nas imediações do quilômetro 82. Já a BR 101, em Goiana, teve bloqueio nas proximidades do quilômetro 05.

A manhã desta sexta amanheceu com outros bloqueios, sendo liberadas depois pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Caso das vias BR 232, no quilômetro 16, em Jaboatão dos Guararapes; da BR 101, no quilômetro 47,5, em Igarassu; da BR 232, no quilômetro 144,5, em São Caetano; da BR 232, no quilômetro 76, em Gravatá; da BR 232, no quilômetro 219, em Pesqueira. Em Igarassu, na BR-101, manifestantes bloquearam os dois sentidos da via desde a madrugada, despejando entulhos na pista. Por volta das 7h, a Polícia Rodoviária Federal liberou a via.

As escolas pernambucanas também ficaram esvaziadas nesta sexta. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) convocou os professores da rede estadual de ensino a participarem da Greve Geral. O Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede Oficial de Recife (Simpere) também estiveram no ato. O mesmo ocorreu com os educandários de Vitória de Santo Antão que suspenderam hoje suas atividades.

Um total de 09 centrais sindicais participaram da greve geral em todo o País. No Recife um ato ocorreu às 14 horas, com concentração no cruzamento da Rua do Sol com a Av. Guararapes.

Ato Greve Geral na Avenida Guararapes

Mais de 10 categorias aderiram a greve, confira:

-Professores

-Metroviários
-A oposição do Sindicato dos Rodoviários do Recife e Região Metropolitana (Sttrepe)
-Funcionário dos Correios
-Enfermeiros
-Bancários
-Metalúrgicos
-Químicos
-Portuários
-Trabalhadores rurais
-Eletricitários
-Urbanitários
-Servidores públicos municipais, estaduais e federais