• Ceclin
jan 07, 2019 0 Comentário


Gravatá se torna primeira cidade de PE a disponibilizar curso de libras para Agentes Comunitários de Saúde

Cerca de 180 agentes serão qualificados durante o ano de 2019. Fotos: Divulgação

Cerca de 180 agentes serão qualificados durante o ano de 2019. Fotos: Divulgação

Gravatá, no Agreste, agora é exemplo no Estado de Pernambuco ao ser a primeira cidade a ofertar o curso de libras para Agentes Comunitários de Saúde – (ACS). A iniciativa foi da Prefeitura de Gravatá, que através das Secretarias de Saúde e Educação, está ofertando um curso de libras para os ACS do Município. O objetivo é promover a inclusão social e diminuir as barreiras na comunicação entre a categoria e a comunidade surda nos atendimentos domiciliares realizados pelos agentes.

Presidenta da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde, Tatiana FradiqueCerca de 180 agentes serão qualificados durante o ano de 2019. Duas turmas estão sendo formadas. A primeira delas já conta com 80 alunos e iniciará no dia 23 de janeiro. As aulas serão realizadas nas quartas-feiras das 16h às 17h.

A Presidenta da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde, Tatiana Fradique, explicou como surgiu essa iniciativa e falou sobre a importância da capacitação. “A ideia surgiu com a parceria entre a Associação dos Agentes Comunitários de Saúde e as Secretarias de Saúde e Educação. O nosso objetivo é disponibilizar um atendimento apropriado aos surdos. Nós trabalhamos com inclusão e esse é um passo muito importante para levarmos a saúde a todos os gravataenses,” explicou.

Gravatá já dispunha de um intérprete de libras no Centro de Especialidades Odontológicas – (CEO), que auxilia na comunicação entre os agentes e os pacientes.