• Ceclin
nov 18, 2019 0 Comentário


Gravatá registrou homicídio na noite do sábado (16)

Márcio Luiz da SilvaUm rapaz foi alvejado a tiros na noite do sábado (16/11), na Rua Rosinha, comunidade Volta do Rio, em Gravatá, no Agreste. Márcio Luiz da Silva, conhecido por “Galego da Borracharia”, de 29 anos (foto), estava defronte a sua residência quando dois indivíduos em um veículo branco o renderam se dizendo policiais. Dentro da casa, obrigaram Márcio a se deitar no chão da cozinha, quando efetuaram diversos disparos na cabeça e membros superiores. Policiais Militares foram ao local, onde encontraram duas cápsulas de pistola 380, as mesmas foram levadas para a Delegacia da cidade.

Segundo a Polícia, a vítima possui ficha criminal por crime de furto em Gravatá, mas sem entrada no sistema carcerário. O crime será investigado pela equipe do Delegado Altemar Mamede, com a linha de investigação possivelmente como acerto de contas.

TENTATIVA

Uma tentativa de homicídio foi registrada no dia 09 de novembro durante uma bebedeira numa Rua do Bairro Salgadão, em Gravatá. Genivaldo Cícero Pereira da Silva (índio), 30 anos, residente em Barreiros (Mata Sul), foi atingido com um golpe de faca peixeira desferido por José Carlos Vital da Silva, 35. A agressão se deu após discussão entre ambos. Genivaldo foi esfaqueado na barriga quando depois foi transferido para o Hospital Regional do Agreste, em Caruaru. O acusado foi encaminhado para 62ª Delegacia de Polícia Civil onde foi qualificado em flagrante.

FACADAS

No dia 26 de outubro uma adolescente de 16 anos tentou matar o companheiro a facadas no Bairro Novo, em Gravatá. Ela convivia há apenas cinco meses com a vítima, identificada como José Marcos da Silva, que foi socorrido com vida para o setor de traumas do Hospital da Restauração (HR), área central do Recife. A adolescente foi apreendida em flagrante por ato infracional análogo a tentativa de homicídio. A mesma já havia cumprido medida socioeducativa na FUNASE por ter assassinado outro companheiro, há cerca de dois anos. Ela teria fugido da FUNASE de Recife com outras menores infratoras. A  menor foi  removida para a FUNASE de Caruaru.

CHÃ GRANDE

Um adolescente de 14 anos foi morto em 1º de novembro na cidade de Chã Grande. José Kike Ramos do Amaral foi morto por disparos de arma de fogo, dentro de uma oficina de manutenção de motocicletas, localizada na área central da cidade. Segundo relatos, o menor era acompanhado pelo Conselho Tutelar e já teria passagem pelo sistema socioeducativo após ter envolvimento com roubos e drogas.

Outra última ocorrência em Chã Grande se deu no dia 25 de outubro, quando um jovem de 20 anos foi assassinado a tiros acompanhado de um amigo dele com 18 anos. O crime se deu no Bairro da Camela.  Igor Magalhães foi atingido na cabeça e tórax. O amigo dele também atingido pelos disparos foi internado no Hospital Getúlio Vargas, em Recife.

VEJA TAMBÉM:

Confira as últimas ocorrências de homicídios em Gravatá