• Ceclin
mai 04, 2018 0 Comentário


Gravatá presencia noite de quinta-feira violenta

62ª Circunscrição em Gravatá assume as investigações. Foto: Pernambuco Notícias

62ª Circunscrição em Gravatá assume as investigações. Foto: Pernambuco Notícias

A noite da quinta-feira (03/5) foi intensa para ocorrências policiais em Gravatá, no Agreste. Primeiramente, foi registrado mais um crime de morte na cidade. O fato ocorreu na Rua Jurandir Correria de Melo, no Bairro Novo. Alexsandro Francisco da Silva, conhecido por “Fonfon”, de 23 anos, foi atingido, sendo a Polícia Civil, por cinco perfurações por disparo de arma de fogo, na perna, tórax, olho e cabeça.

No local, a Polícia foi informada por parentes da vítima que estava devendo cerca de R$ 750,00 a uma pessoa presa na Cadeia de Pesqueira, pelo qual sempre costumava usar um homem de Gravatá à cobrar o valor devido. Todavia, na noite de ontem, um desconhecido abordou Fonfon efetuando vários disparos, atingindo também seu amigo, José Luiz Armando da Silva, 22, com um tiro no pé, sem maior gravidade. A ocorrência foi registrada no Plantão da Delegacia de Vitória de Santo Antão, contudo, as investigações serão realizadas pela 62ª Circunscrição em Gravatá. O corpo da vítima fatal foi recolhido para o IML de Caruaru.

espingarda calibre 32Ainda na noite da quinta-feira, o jovem A. J. M. F., de 17 anos, deu entrada no hospital de Gravatá após ser alvejado a tiros na porta de sua casa, situada na Área Verde. O menor relatou para a PM que estava em cima da moto na frente de sua residência e foi surpreendido pelos disparos, sendo atingido com um tiro na perna direita. Ele conseguiu fugir e acabou socorrido. Segundo a PM, a vítima tem passagens pela Justiça por tráfico de drogas e receptação. Devido os ferimentos, o jovem acabou transferido para o hospital de Bezerros.

MANDADO

José Ailton Silva, o “Shell”, de 39 anos, residente no Sítio Resina, zona rural de Gravatá, foi localizado pela PM para cumprimento de Mandado de Prisão, sendo flagrado num barraco pertencente ao Luciano José Campos da Silva, 34, quando encontraram uma espingarda calibre 32, com seis munições, três recipientes contendo pólvora, espoletas, chumbo, além de 50 gramas de maconha. No local, também estava o menor A. E. F., de 16 anos, todos da mesma localidade. Os envolvidos foram conduzidos a Delegacia local, quando José Ailton foi recolhido ao Presídio da Vitória de Santo Antão, enquanto Luciano foi autuado em flagrante e levado a audiência de custódia nesta sexta-feira (04).

Com informações do Plantão365