Ceclin
set 17, 2009 0 Comentário


Gravatá pode ter internet gratuita para toda a população

do Blog do Castanha.

Dentro de poucos meses, Gravatá pode ter internet banda larga gratuita para ser utilizada indiscriminadamente por toda a população.

Em conversa com o Blog do Castanha em Gravatá, o prefeito Ozano Brito (PSDB), informou o interesse da prefeitura em tornar Gravatá uma cidade tecnologicamente interligada pela internet sem fio e gratuita, onde qualquer cidadão pode sentar numa praça, abrir o seu computador portátil notebook e navegar na rede.

Esse sistema de inclusão digital gratuita está acontecendo em várias cidades do interior do Brasil.

Ozano garantiu que esteve em Brasília na semana passada para obter informações junto ao Programa de Inclusão Digital do Ministério das Comunicações, e iniciar o protocolo de intenções e assim dar inicio ao processo de regulamentação do uso da radiofreqüência, que será administrada pelo setor público, tudo sob a autorização e supervisão da Agencia Nacional de Telecomunicações (Anatel).

O BLOG apurou extra-oficialmente que a idéia inicial é a instalação de quatro torres em locais estratégicos da cidade para facilitar a cobertura digital de toda área urbana do município. O Governo Federal dispõe de recursos para financiar o programa de inclusão digital oferecido gratuitamente a população e o prefeito Ozano Brito garantiu que está lutando para viabilizar seu projeto.

Além de levar a internet para aquelas pessoas que nunca tiveram recursos para acessar a rede mundial de computadores através dos provedores responsáveis pelo sistema, a cidade vai ficar também integrada em toda sua rede pública, trazendo benefícios incalculáveis aos postos de saúde, escolas, unidades policiais, defesa civil, sistema de arrecadação de impostos e a outras atividades ligadas a Prefeitura.

A prefeitura passaria a economizar o custo com o provedor local que produz o sinal da internet, como também estimular o contribuinte para que mantenham o IPTU em dia.

O cidadão comum passaria a conectar suas residências ao sistema através de kits sem fio, desde que comprovasse está quites com o pagamento dos impostos municipais. O mesmo tratamento seria dado aos comerciantes, empresários, autônomos ou profissionais liberais, desde que estivessem com seus tributos em dia. E assim Gravatá daria um grande passo para resolver muitos problemas de sua arrecadação.

do Blog do Castanha.