Ceclin
jun 02, 2022 0 Comentário


Gravatá e Vitória com aumento de 1,73% no preço da cesta básica em maio

Um levantamento realizado pelo Procon-PE na Região Metropolitana do Recife (RMR) e nos municípios de Goiana, Gravatá, Vitória de Santo Antão, Carpina e Palmares, apontou um aumento de 1,73% no preço da cesta básica em maio deste ano.

De acordo com a pesquisa, o preço médio de uma cesta básica saiu de R$ 630,66 em abril, para R$ 641,54 no mês de maio. Com isso, o impacto do item no salário mínimo do consumidor é de 52,93%.

Entre os itens que compõem a cesta, o que mais variou de preço foi a farinha de mandioca, 180,60%. De acordo com o Procon-PE, o quilo foi encontrado por R$ 2,99 em um local e R$ 8,39 em outro. Em seguida, aparece a salsicha, com 163,16% de diferença, variando entre R$ 7,98 a R$ 21,00.

A cebola também apresentou com uma variação significativa, 147,22% de um estabelecimento para outro. Já o fubá, com 500 gramas, registrou diferença de 114,07%, R$ 1,35 num local e R$ 2,89 em outro.

Entre os itens de limpeza doméstica, o sabão em pó com 500g continua sendo o que apresentou maior variação, 410,37%, podendo ser encontrado por R$ 1,35 e até por R$ 6,89, em locais diferentes. No setor de higiene pessoal, o absorvente higiênico teve a diferença maior, 488,37% o pacote com oito unidades, custando entre R$ 1,29 e R$ 7,59.

A gerente geral do Procon-PE, Ana Carolina Guerra falou sobre a importância da comparação de preços para o consumidor. “A pesquisa de preços faz um comparativo dos valores de vários produtos para o consumidor, identificando o mais caro e o mais barato, possibilitando uma economia na hora da compra”.

Para conferir a pesquisa completa, que realiza o monitoramento de 27 itens, sendo 19 de alimentação, quatro de limpeza doméstica e quatro de higiene pessoal, o consumidor pode acessar site do Procon-PE, disponível em: www.procon.pe.gov.br.