Ceclin
fev 28, 2013 1 Comentário


Governo vai liberar mais R$ 5 milhões para o setor sucroalcooleiro

Blog da Folha

O Governo do Estado vai investir mais R$ 5 milhões no transporte de cana-de-açúcar e milho nos próximos 60 dias para socorrer o Agreste da atual situação de seca. Uma verba de R$ 3 milhões já havia sido liberada. De acordo com o secretário de Agricultura de Pernambuco, Ranílson Ramos, o Agreste do Estado está entrando nos piores 60 dias de estiagem. “Tivemos alguma chuva no Sertão, mas o Agreste entra no oitavo mês de seca”, disse. O secretário reforçou a necessidade da medida para salvar 90% da bacia leiteira pernambucana, com 350 mil vacas em lactação.

O governador Eduardo Campos anunciou que haverá melhorias na estrutura de corte, transporte e distribuição da cana. Hoje, cerca de 50 caminhões estão sendo carregados por dia. Para os próximos dois meses, segundo Ranílson Ramos, a meta é aumentar a distribuição para 60 mil toneladas de cana (uma tonelada por dia) e 20 mil toneladas de milho – uma logística “complicada”, segundo o secretário, que vai amenizar esse sofrimento da região que está com zero de pastagem. “Estive em Serro Azul na última quinta-feira e o apelo dos produtores é pelo aumento da oferta de alimentos para os animais”, reiterou.

Para atingir a meta, serão abertas três frentes de corte, cada uma destinada ao carregamento de 40 caminhões por dia. Máquinas para corte e carregamento serão locadas, atendendo a um antigo pleito dos criadores. As áreas da cana-de-açúcar que atendem aos pecuaristas da bacia leiteira do Estado beneficiam 66 municípios do Agreste.