• Ceclin
jun 01, 2017 0 Comentário


Governo homologa estado de Emergência em Amaraji, Escada, Gravatá e Primavera

Defesa Civil PE

A realidade dos municípios da Zona da Mata Sul e do Agreste, atingidos por fortes chuvas nos últimos dias, fez o Governo do Estado aumentar a assistência às cidades, quando nessa quarta-feira (31/05), subiu para 31 os municípios atingidos pelas chuvas. Além dos 24, onde já foram decretados estado de Emergência, foram incluídas as cidades de São Joaquim do Monte, Altinho, São José da Coroa Grande, Cupira, Escada, Bonito e Gravatá, pelas fortes chuvas registradas na manhã de ontem. O número de desalojados chega a 39.725 e o de desabrigados é de 3.560.

O Governo de Pernambuco ainda deu continuidade à entrega de donativos, visando minimizar o sofrimento e o prejuízo causados pelas fortes chuvas que vêm assolando a Mata Sul e o Agreste do Estado. Ao todo, foram entregues, na quarta (31), 33 toneladas de alimentos, 11 mil litros de água, 4 toneladas de kits de higiene e limpeza, 5 toneladas de roupas e 1.030 kits dormitórios.

Os itens estão abastecendo as cidades em que foram decretados estado de Emergência. São elas Caruaru, Ipojuca, Joaquim Nabuco, Jurema, Lagoa dos Gatos, Primavera, Quipapá, Sirinhaém, Tamandaré, Xexéu, Belém de Maria, Gameleira, Palmares, Amaraji, Maraial, Ribeirão, Cortês, Barra de Guabiraba, São Benedito do Sul, Rio Formoso, Catende, Água Preta, Jaqueira e Barreiros.

Uma nova fase de limpeza e desobstrução de estradas para acesso a distritos e escolas que estejam isolados teve início com a chegada de maquinários. Além disso, para reforçar a assistência na Mata Sul do Estado, o Hospital de Campanha começará a ser montado nesta quinta-feira (01.06). A expectativa é de que, além de atender o município de Rio Formoso, o equipamento dê assistência às cidades vizinhas que precisarem de atenção. Ao todo, cerca de 250 atendimentos serão realizados por dia após a instalação da estrutura pelo Exército.

PRIMAVERA - Em apoio às vítimas do município de Primavera, vizinho a Ribeirão, a Defesa Civil tem compartilhado as ações. A situação em Primavera já começa a dar sinais de estabilidade. A prefeitura do município já desmobilizou os abrigos e está limpando as casas para que, gradativamente, às famílias retornem aos lares. O município chegou a ter 600 desabrigados e cinco abrigos provisórios instalados.