• Ceclin
mai 23, 2019 0 Comentário


Governo de Pernambuco oferece 114 bolsas integrais para cursos de Saúde

As bolsas oferecidas pelo FormaSUS-PE são uma contrapartida das instituições de ensino privadas, que utilizam as unidades da rede estadual de Saúde como campo de estudo e prática para a formação de seus estudantes. Arquivo / Agência Brasil

As bolsas oferecidas pelo FormaSUS-PE são uma contrapartida das instituições de ensino privadas, que utilizam as unidades da rede estadual de Saúde como campo de estudo e prática para a formação de seus estudantes. Arquivo / Agência Brasil

O programa teve seu edital lançado na quarta (22) com vagas para cursos superiores na área de saúde, incluindo medicina

JC Online

Quem pretende ingressar ainda este ano em algum curso superior voltado para a área de saúde poderá contar, a partir desta quinta-feira (23/5), com o auxílio de novas 114 bolsas integrais destinadas para faculdades particulares de seis municípios do Estado. O edital do Programa de Formação do Sistema Único de Saúde (FormaSUS-PE) 2019, destinado a estudantes da rede pública de ensino do Estado ou bolsistas integrais da rede particular, foi lançado pelo governador Paulo Câmara na quarta-feira (22).

“O FormaSUS é um programa importante porque oportuniza ao jovem que estudou na escola pública, ou foi bolsista na rede particular, cursar uma universidade com bolsa de estudo. Um importante incremento nessa área tão essencial que é a saúde. Este ano são 114 bolsas para diversas áreas de atuação, o que vai nos ajudar, a cada ano, a formar mais gente, visto que a demanda na saúde é muito grande’’, destacou o governador Paulo Câmara, em solenidade realizada no Palácio do Campo das Princesas.

As bolsas integrais estão distribuídas entre instituições de ensino superior localizadas em seis municípios pernambucanos: Recife, Olinda, Caruaru, Nazaré da Mata, Vitória de Santo Antão e Belo Jardim. Ao todo, são 12 vagas para cursos de medicina, 73 de enfermagem, 3 de biomedicina, 4 de farmácia, 13 de fisioterapia, 2 de nutrição, 2 de odontologia, 1 de tecnólogo em radiologia, 1 de psicologia e 3 de serviço social.

Parceria  
Essas bolsas são uma contrapartida das instituições de ensino privadas, que utilizam as unidades da rede estadual de saúde como campo de estudo e prática para a formação de seus estudantes.

“As pessoas devem acessar o site e conhecer as regras para cadastro. Essas 114 vagas são para cursos de nível superior, então será utilizado como critério de entrada o resultado da prova do ENEM”, explicou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Longo ainda salientou que o período de matrícula dos aprovados no edital está previsto para os dias 16, 17 e 18 de julho. “A gente espera que esses alunos formados possam retribuir depois, retornando para trabalhar na rede estadual de saúde, contribuindo para que possamos ter um melhor atendimento para a população”, completou.