Ceclin
dez 06, 2016 0 Comentário


Governador vai manter número de secretarias em reforma do 1º escalão

05d33137cb010e5a27b49aa6d1a0320c

Governador vai mudar titulares de secretarias; Thiago Norões já anunciou saída do governo.

Paulo Câmara deve concluir alterações em suas secretarias até o fim do mês. 

A exemplo do aliado e prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), o governador Paulo Câmara (PSB) prepara uma mudança no primeiro escalão de sua equipe. Mas, ao contrário do gestor municipal, o chefe do Executivo estadual não pretende reduzir a máquina pública com a extinção ou fusão de secretarias. Atualmente, o Estado conta com 22 pastas. “A gente vai ver isso (mudança de secretários) até o final do mês, mas estamos enxugando desde o início, procurando ter uma estrutura enxuta que funcione bem. A gente tem uma estrutura  que foi diminuída no governo Eduardo  (2007-2014), com estrutura de cargo comissionado pequena, que representa 1% da folha de pagamento”, declarou, após participar de uma solenidade no Arquivo Público Estadual.

Oficialmente, também não se sabe quantas secretarias passarão por mudanças de titulares. A única alteração concreta será na secretaria de Desenvolvimento Econômico uma vez que o advogado Thiago Norões já anunciou que ficará à frente da pasta até o fim deste ano. Um interlocutor de Paulo diz que ele montará seu novo secretariado fazendo uma “leitura política” das eleições. A avaliação é que os eleitores mostraram nas urnas, com os resultados em Olinda, Jaboatão e Caruaru, por exemplo, que querem o “novo” e que isso será levado em consideração na hora de distribuir os convites. Na prática, podem surgir nomes que nunca tenham passado pela gestão estadual apesar da experiência em outros níveis do poder público.

Em relação à secretaria de Desenvolvimento Econômico, as informações são de que o governador que dar preferência a um profissional que tenha relação estreita com o setor privado. Há quem diga, também, que Paulo pode fazer um gesto ao PMDB, um dos seus principais aliados, e entregar a pasta ao partido. A saída  de Isaltino Nascimento da secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude também é dada como certa. Filiado ao PSB, ele é cotado para assumir um mandato efetivo como deputado estadual. Isso é possível porque alguns parlamentares foram eleitos prefeitos este ano e abrirão espaço para seus suplentes, Isaltino entre eles, a partir de 2017.

A secretaria das Cidades, hoje nas mãos do PSD, partido presidido no Estado pelo deputado federal André de Paula, também é apontada como uma das pastas que passarão por mudança. De forma oficial, no entanto, a alteração na secretaria não é confirmada. As conversas nos bastidores ainda dão conta de que pode haver um “intercâmbio” entre Paulo, Geraldo Julio e outros prefeitos da Frente Popular.  O atual prefeito de São Lourenço da Mata, Gino Albanez (PSB), que não conseguiu se reeleger, é cotado para integrar a gestão estadual ou integrar o time da prefeitura do Recife.

Jornal do Commercio