Ceclin
ago 14, 2015 0 Comentário


Governador empossa Ettore Labanca na Presidência da Arpe

IMG_1317RETRATISTA -- ROBERTO PEREIRAMandato do novo dirigente à frente do órgão será de quatro anos
O governador Paulo Câmara empossou, nesta sexta-feira (14), Ettore Labanca na Presidência da Agência de Regulação de Pernambuco (Arpe). Labanca, que renunciará à Prefeitura de São Lourenço da Mata, ficará quatro anos no cargo. Sua indicação foi aprovada pelos deputados estaduais.

Na próxima quinta-feira (20), Ettore se reunirá com o governador, às 11h, no Palácio do Campo das Princesas, para detalhar seu plano de ação. Ele explicou que o primeiro passo da sua gestão será fazer um levantamento da situação da Agência, considerando alguns pontos que já foram definidos como prioridade pelo governador.

“Temos que ver a situação dos concursados, dentro dos critérios da Lei de Responsabilidade Fiscal. Nós vamos chamando gradativamente os aprovados para que a Arpe possa ampliar seu corpo técnico efetivo”, adiantou Labanca.

Fotos: Roberto Pereira (SEI)

Fotos: Roberto Pereira (SEI)

O novo dirigente do órgão ratificou ainda o seu trabalho na defesa dos interesses da sociedade. “Além das prioridades, dentro do plano de trabalho vamos cuidar dos interesses da sociedade; na questão das tarifas e serviços que são regulados pela Arpe”, afirmou Ettore.

Também participaram da reunião de posse do novo presidente da Arpe o secretário da Casa Civil, Antônio Figueira, o chefe de gabinete do governador, Ruy Bezerra, o deputado estadual Vinícius Labanca, o vice-prefeito de São Lourenço da Mata, Gino Albanez, que assumirá a prefeitura na próxima segunda-feira, além do diretor administrativo-financeiro da entidade, Caio Ramos.

NOVA ADMINISTRAÇÃO – Na ocasião, Paulo também agendou uma reunião com Gino para o próximo dia oito de setembro, às 11h, no Palácio. Os dois gestores vão debater parcerias entre Estado e o município. “O encontro dará continuidade aos processos de São Lourenço da Mata, que já é um município parceiro do Governo. Entre outras demandas específicas, vamos discutir questões sobre a escola técnica e o distrito industrial”, informou Gino.

com informações da Assessoria