• Ceclin
out 09, 2015 0 Comentário


Glória do Goitá sedia intercâmbio regional da juventude rural nordestina

jovem rural em Glória GoitáComeçou hoje (9) e segue até amanhã (10) o Intercâmbio Regional da Juventude Rural do Nordeste, que acontece na sede do Serta, em Glória do Goitá, na Mata Norte. Mais de 200 jovens de sete Estados do Nordeste (AL, BA, CE, PE, PB, PI e RN) se reúnem para debater reforma agrária, agroecologia e sucessão. Evento contou com participação do Secretário de Reordenamento Agrário do Ministério de Desenvolvimento Agrário – MDA, Adhemar Almeida, e o presidente do Serta, Germano Barros.

O encontro funciona como espaço de debates, troca de experiências e diálogo sobre os desafios, oportunidades e a importância do jovem rural no fortalecimento e consolidação da agricultura familiar no Nordeste brasileiro.Tem realização do Ministério do Desenvolvimento Agrário, através da Secretaria de Reordenamento Agrário, em parceria com o Serta.

A assessora de juventude do MDA, Luiza Dulce, reafirmou o empenho em fortalecer o debate sobre a sucessão e a ampliação do acesso da juventude às políticas públicas.

SERTAPara o presidente do Serta, Germano Barros, as políticas públicas de juventude têm avançado. “Nos últimos 15 anos, começamos a tomar parte e entrar para centralidade do desenvolvimento do País, com o fortalecimento da agricultura familiar, o Pronaf Jovem, o Pronaf Agroecologia, Residência Agrária, Projovem Trabalhador Rural. Ou seja, um conjunto de políticas que dá visibilidade a essa juventude para sua permanência no campo, e que pode garantir o futuro da agricultura familiar.”

Rejane Costa, 29 anos, veio na caravana do Piauí, junto com outros 14 jovens de comunidades rurais do Estado. “Viemos fazer essa troca de experiências que o intercâmbio nos proporciona e debater nossos anseios, o acesso à terra e a promoção da agroecologia, que tem que está sempre presente para melhorar nossa produção e sustentabilidade. Nós também temos que melhorar o nosso alimento”, conta Rejane.

O Intercâmbio se articula com diversos movimentos, a exemplo da Pastoral da Juventude Rural, Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura -Contag, Federação da Agricultura Familiar – Fetraf, Rede CEFFAs – Centros Familiares de Formação por Alternância, que dialogam com a pauta da juventude rural.

com informações da Assessoria