Ceclin
set 01, 2020 0 Comentário


Glória do Goitá: PM acusado de matar jovem em bar é preso

Parentes e amigos de jovem morto em Glória do Goitá fizeram protesto no dia 18 de agosto — Foto: Gilmar Santos/WhatsApp

PM indiciado por matar a tiros homem durante discussão em Glória do Goitá é preso. Delegado concluiu inquérito e apontou que vítima foi morta por motivo fútil e sem chance de defesa. 

Por G1 PE

O policial militar indiciado pela morte de um homem durante uma discussão em um bar foi preso e encaminhado ao Centro de Reeducação da Polícia Militar, em Abreu e Lima, no Grande Recife, segundo a corporação.  O crime aconteceu no dia 15 de agosto, em Glória do Goitá, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

A vítima, José Adelino da Costa Júnior, de 24 anos, era sócia do Total Bar, localizado no Centro da cidade e onde ocorreu a confusão. Segundo a investigação, ele foi baleado no peito e morreu, mesmo sendo socorrido.

O Delegado Erivaldo Guerra, responsável pelas investigações, concluiu o inquérito e indiciou o PM por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e sem chance da vítima se defender.

O policial em questão é do 21º Batalhão, estava de folga e alegou ter agido em legítima defesa, afirmou a PM na época. O delegado afirmou que testemunhas foram unânimes em apontar que não foi esse o caso. A Polícia Militar informou, em nota, que uma equipe do 21º Batalhão cumpriu o mandado de prisão na segunda-feira (31/08). Ainda segundo a corporação, a Corregedoria também investiga o caso. O G1 não teve acesso à defesa do policial.