Ceclin
jun 15, 2020 0 Comentário


Glória do Goitá inaugurou Hospital de Campanha

A Prefeitura de Glória do Goitá através da Secretaria Municipal de Saúde inaugurou na sexta-feira (12/06), o Hospital de Campanha Provisório para atendimento exclusivo à Covid-19. O Hospital irá funcionar na casa da fazenda Boa Esperança, espólio de Fernanda Dornelas Câmara Paes, sem nenhum custo aos cofres públicos, tendo em vista que os reparos feitos no imóvel foram pagos pela família Paes.

No ultimo dia 04 de junho, a Prefeitura garantiu na Justiça a revogação da Liminar que suspendia a instalação do Hospital de Campanha. Na sua decisão de revogação da Liminar, o juiz da Comarca de Glória do Goitá, Gabriel Araújo Pimentel, faz menção ao suposto enriquecimento ilícito alegado e não provado pela bancada de oposição, conforme descrito abaixo: “Conforme se observa na certidão de ID nº 62994386 e nas fotografias anexadas pelo Oficial de Justiça, o Hospital de Campanha está praticamente pronto para ser inaugurado, necessitando de serviços elementares como retirada de entulhos, limpeza e pequenos reparos, não havendo mais necessidade de reformas estruturais”.

O Hospital de Campanha fica a 800 metros do Centro da cidade, e conta com 32 leitos de enfermaria, 06 respiradores e sala de estabilização. O Hospital está totalmente equipado para atender as necessidades de maiores complexidades, inclusive com exames para acompanhar a evolução dos futuros pacientes.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde são 58 profissionais envolvidos que irão se reversar nos plantões entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, epidemiologistas, maqueiros, auxiliar de farmácia, serviços gerais, seguranças, entre outros.

O secretário de Saúde Arthur Mizura ressalta a importância do Hospital de Campanha para tratamento de pacientes do novo Coronavírus e agradece ao empenho e dedicação da prefeita Adriana Paes (PSD). “Agradecemos o empenho de nossa prefeita Adriana Paes e dos nossos vereadores da base por lutarem por esse grande equipamento de saúde que será de fundamental importância para todos os glorienses”, ressaltou Mizura.

O Hospital recebeu o nome da ex-prefeita Fernanda Paes, em memória à mãe da atual prefeita.

No domingo (14/06), a cidade registrou 117 casos da Covid-19. Segundo os dados, são 22 casos suspeitos, 17 óbitos e 83 pessoas já estão curadas.