Ceclin
jul 07, 2012 3 Comentários


Glória do Goitá completa 135 anos de emancipação política

por Márcio Santana

O Município de Glória do Goitá, localizado na Zona da Mata Norte, à 65 km do Recife, estará completando no próximo dia 09 de julho, 135 anos de emancipação política. A ocupação do território foi iniciada por David Pereira do Rosário, que recebeu as terras por doação de uma neta de Duarte Coelho. Alí fixou residência no Sítio Lagoa Grande e lavradores iniciaram o cultivo das terras.

Por volta de 1760, o lugar onde hoje fica o Município era ocupado por lavradores, que mandaram construir uma capela dedicada à Nossa Senhora da Glória. Em volta dessa capela, surgiu um pequeno povoado. Posteriormente, monges do Mosteiro de São Bento de Olinda vieram para a região, em 1775.

A vila foi criada a 09 de julho de 1877, Glória do Goitá tornou-se município autônomo, emancipado de Paudalho. Tornou-se município autônomo em 25 de Janeiro de 1983, sendo criado em 09 de Julho de 1877, pela Lei Provincial n. 1.297,  formado pelos Distritos Sede e Apoti, e pelo povoado do Tapera.

A denominação do município tem origem na junção do nome da padroeira, Nossa Senhora da Glória, com o Rio Goitá. Goitá vem de “gua-ita”, palavra indígena que significa “pedra da baixa”.

Programação da Festa de Emancipação:

Dia 7 de julho: Feirinha Típica;

Dia 8 de julho: Feira de Saúde no horário da manhã, já a noite a festa fica por conta da Banda Baby Som e Capital do Sol;

Dia 9 de julho: Banda Aquários, Banda Santropé e participação de Emboladores.

CORRIDA:

Premiações para os atletas – 1° Lugar uma Bicicleta, 2° lugar – uma câmara fotográfica digital e o 3° – Um ventilador.

Haverá uma premiação especial para os atletas glorienses que cruzarem a linha de chegada da competição no valor de R$ 300,00 cada, para as duas categorias Feminino e Masculino.

A largada será no distrito de Apoty a 14 km da sede as 8h da manhã do dia 9 de julho, com chegada às 10 horas.