Ceclin
ago 27, 2008 5 Comentários


Gastos de campanha dos prefeitos é uma obra de ficção

No último dia 06 de agosto os quatro candidatos a Prefeitura Municipal da Vitória de Sto. Antão declararam ao TRE local a primeira parcial das receitas e despesas relacionadas as suas campanhas políticas eleitorais.
Um fato curioso, conforme percebemos nos dados abaixo, é que os primeiros números assinalados não correspondem a realidade do volume de campanha que constatamos nas ruas da cidade. Confira o resumo dos Balanços Financeiros:

Cristiano Pilako (PTB)

Receita/Doações R$ 200,00
Despesas/Saídas R$ 200,00 (gastos em Telemarketing)

Demétrius Lisboa – DEDÉ (PSB)

Receita/Doações R$ 110.000,00 (sendo que R$ 100.000 doados por pessoas físicas).
Despesas/Saídas R$ 90.000,00 (locação/bens móveis)
R$ 8.100,00 (materiais impressos)
Total: R$ 98.100,00

Elias Lira (DEM)

Receita/Doações R$ 30.000,00 (sendo que R$ 27.000 de recursos próprios e R$ 3.000,00 de pessoas físicas)
Despesas/Saídas R$ 420,00 (material de expediente)
R$ 9.499,81 (Combustíveis)
R$ 8.300,00 (Materiais impressos)
R$ 450,00 (despesas diversas)
Total: R$ 18.669,81

Gilvan Contador (PDT)

Receita/Doações R$ 1.950,00
Despesas/Saídas R$ 600,00 (locução/bens móveis)
R$ 1.269,00 (publicidade)
R$ 15,00 (taxas bancárias)
R$ 50,00 (produção).
Total: R$ 1.934,00

Fonte: TSE.