Ceclin
maio 09, 2022 0 Comentário


Gabinete Itinerante do MPPE dialoga sobre investimentos em TI e segurança em Vitória e Pombos

Em mais um encontro do Gabinete Itinerante 2022, o procurador-geral de Justiça Paulo Augusto de Freitas Oliveira visitou, no último dia 05 de maio, a sede da 12ª Circunscrição Ministerial, na cidade de Vitória de Santo Antão. A equipe da gestão do MPPE detalhou aos promotores de Justiça da região as ações institucionais que estão em curso nas áreas de segurança, tecnologia e estruturação administrativa, bem como os planos de ação que serão multiplicados na área da educação e da infância e juventude.

Além do procurador-geral, participaram da reunião os promotores de Justiça da 12ª Circunscrição e integrantes da Administração Superior do MPPE, como o secretário-geral, promotor de Justiça Maviael de Souza; a coordenadora de gabinete, promotora de Justiça Maria Lizandra de Carvalho; as assessoras do Núcleo de Articulação Interna (NAI) e do Núcleo de Apoio à Gestão de Tecnologia e Inovação (NTI), promotoras de Justiça Fernanda da Nóbrega e Alice Morais, respectivamente; bem como os coordenadores dos Centros de Apoio Operacional da Infância e Juventude e da Educação, Luiz Guilherme Lapenda e Sérgio Souto.

“Esse compromisso de vir às Circunscrições de todo o Estado, conhecer as sedes do Ministério Público e ouvir as demandas dos promotores de Justiça, é muito importante para que as prioridades da gestão sejam construídas de forma coletiva. Foi com base nesse contato com a ponta que definimos prioridades que já estão sendo entregues, como a ampliação da segurança institucional, renovação do parque tecnológico e construção e melhoria de sedes, como os projetos do Complexo Administrativo da Capital e das Promotorias de Olinda e Palmares”, detalhou Paulo Augusto de Freitas.

Durante a reunião, os integrantes da Assistência Militar e Policial Civil (AMPC) apresentaram aos promotores os policiais que vão compor o núcleo local da segurança institucional. Esses profissionais vão ser o ponto de contato direto entre a Circunscrição e a AMPC, simplificando o diálogo e o planejamento de acordo com as eventuais necessidades.

Outro ponto destacado pelo procurador-geral foi a atuação da Secretaria-Geral, que está em contato com deputados estaduais e federais de Pernambuco para dar suporte aos investimentos em tecnologia e segurança, por meio de emendas parlamentares. Durante a tarde de ontem, o secretário-geral do MPPE, promotor de Justiça Maviael de Souza, foi recebido pela promotora de Justiça de Pombos, Soraya Dutra, para inaugurar o sistema de controle de acesso eletrônico à sala do Ministério Público dentro do Fórum local.

“Trata-se de uma atuação ampla para levar as ações da nossa Segurança Institucional a todo o Estado. Nas unidades do MPPE que funcionam dentro dos fóruns, como é o caso de Pombos, estamos instalando equipamentos digitais de controle de acesso, que vão assegurar mais tranquilidade para os membros e servidores do Ministério Público. No segundo semestre teremos a instalação do serviço de videomonitoramento, com câmeras nas unidades e uma central no Recife, bem como estamos trabalhando para adquirir mais veículos para os Grupos de Apoio às Promotorias (GAPs)”, destacou Maviael de Souza.

A promotora de Justiça Soraya Dutra afirmou que a instalação do controle de acesso é uma “providência inestimável” para os membros do MPPE que atuam no interior do Estado.

“Já fiz uso tanto do equipamento de controle quanto do apoio aproximado do GAP. É uma iniciativa louvável que melhora muito a segurança no nosso trabalho de combate à criminalidade”, acrescentou a promotora de Justiça.

CAOs apresentam projetos prioritários – ainda na reunião, os coordenadores dos CAOs detalharam as iniciativas que serão centrais nos planos de ação do segundo semestre.

No caso do CAO Infância e Juventude, o coordenador Luiz Guilherme Lapenda destacou que os projetos prioritários são a implementação da família acolhedora e a defesa da primeira infância. Esse último projeto, inclusive, será objeto de Grupos de Atuação Conjunta Especial (GACEs) com abrangência estadual.

“Também estamos em conversas avançadas para firmar termo de cooperação com o TJPE e Polícia Civil a fim de implementar práticas de ouvida acolhedora de crianças e adolescentes em todos os municípios pernambucanos”, afirmou Lapenda.

Já no CAO Educação, as prioridades são a educação inclusiva, que também contará com o suporte de um GACE, e o cumprimento da destinação mínima constitucional de verbas para a educação. “Montamos um cronograma de conversas regionalizadas com os promotores para trazer material de apoio, orientar sobre as temáticas prioritárias e conhecer as distintas realidades locais”, complementou Sérgio Souto.

Tecnologia – a assessora do NTI, Alice Morais, atualizou os promotores da 12ª Circunscrição sobre as ações voltadas à modernização do parque tecnológico do MPPE, como a troca de computadores de mesa, investimento nos links de internet e aquisição de um data center voltado a dar mais estabilidade e capacidade de armazenamento aos sistemas institucionais.

Celebração – a reunião também foi marcada por uma homenagem informal dos membros da 12ª Circunscrição Ministerial à promotora de Justiça Fernanda da Nóbrega, que foi titular da Promotoria de Justiça de Gravatá por 23 anos e foi promovida, neste ano, para a Promotoria de Justiça de Patrimônio Público da Capital.