• Ceclin
jan 09, 2020 0 Comentário


Funase elogia IPA por inclusão de socioeducandos em curso

A reunião entre as duas instituições ainda contou com a presença da supervisora do Departamento de Assistência Técnica do IPA, Ana Paula Gomes. Na ocasião, também foram discutidas as próximas ações da parceria. Imagem: Divulgação/IPA

A reunião entre as duas instituições também discutiu as próximas ações da parceria. Imagem: Divulgação/IPA

Por meio do Programa Horta em Todo Canto, do Governo do Estado, instituições já asseguraram a inserção de cerca de 30 adolescentes do sistema socioeducativo em atividade profissionalizante ligada à agricultura 

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) entregou, nesta quinta-feira (09/01), um registro de elogio ao Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). O objetivo foi agradecer pela parceria entre as instituições, que, nos últimos dois anos, já assegurou a inserção de cerca de 30 socioeducandos em aulas realizadas na horta-escola do IPA, por meio do Programa Horta em Todo Canto.

Com 32 horas/aula, a formação contempla noções sobre agricultura orgânica, composição do solo, material de plantio, preparo de mudas, direito humano à alimentação adequada, segurança alimentar, entre outros conteúdos. Já foram inseridos internos dos Centros de Atendimento Socioeducativo (Case) Jaboatão dos Guararapes, Vitória de Santo Antão, Abreu e Lima, Santa Luzia e do Case/Cenip Arcoverde, além de adolescentes das Casas de Semiliberdade (Casem) Areias e Rosarinho, no Recife.

O registro de elogio, assinado pela presidente da Funase, Nadja Alencar, foi entregue ao presidente do IPA, Odacy Amorim, na sede do instituto, no bairro do Bongi, na Zona Oeste do Recife. “O Programa Horta em Todo Canto é uma política do Governo do Estado e ficamos felizes em ver como essa iniciativa tem beneficiado esses jovens, que vêm da Funase, participam e têm interação com pessoas de vários segmentos da sociedade que vêm ao IPA para aprender e praticar em nossos laboratórios”, declarou Amorim.

Na mesma ocasião, o coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase, Normando de Albuquerque, articulador da parceria com o IPA e responsável pela entrega do registro de elogio, exaltou o curso na área de agricultura como uma ação que trabalha dimensões importantes para a reintegração social dos adolescentes atendidos pelo sistema socioeducativo.

“Os adolescentes passam por essa formação e replicam o que aprendem em suas casas ou quando retornam para as unidades da Funase por algum período. Temos experiências com hortas em Caruaru, Timbaúba, Arcoverde, Cabo, Vitória de Santo Antão e queremos iniciar em Pirapama. É algo importante, pois trabalha a dimensão do cuidado não só quando a planta nasce, mas também o cuidado consigo e com o outro, e essa dimensão afetiva é muito importante no processo socioeducativo”, afirmou Normando.

A reunião entre as duas instituições ainda contou com a presença da supervisora do Departamento de Assistência Técnica do IPA, Ana Paula Gomes. Na ocasião, também foram discutidas as próximas ações da parceria. “As turmas já ofertadas com a participação dos socioeducandos foram exitosas. O curso é oferecido toda terça-feira, com 70% ou até 80% das aulas com conteúdo prático. As pessoas que vêm aqui não ficam sentadas na cadeira, em sala de aula. Elas recebem orientações e vão para a horta-escola”, disse.