Ceclin
ago 30, 2018 0 Comentário


Funase e IFPE Vitória firmam acordo para incluir socioeducandos em cursos de extensão

No ato de assinatura, que ocorreu no miniauditório da reitoria do IFPE, no Recife, diretores que já tiveram vivências com os socioeducandos falaram dos resultados. Foto: Divulgação/Funase

No ato de assinatura, que ocorreu no miniauditório da reitoria do IFPE, no Recife, diretores que já tiveram vivências com os socioeducandos falaram dos resultados. Foto: Divulgação/Funase

Parceria, que durará cinco anos, regulamenta articulações que já existiam com alguns campi do instituto, como os de Vitória de Santo Antão, Garanhuns e Caruaru 

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) firmaram um acordo de cooperação técnica que viabilizará a inserção de socioeducandos em cursos de extensão. A parceria durará cinco anos, com avaliações anuais e possibilidade de prorrogação por interesse e conveniência das duas instituições. O objetivo é formalizar e estender experiências exitosas que a fundação já tem com alguns campi, como os de Vitória de Santo Antão, Garanhuns e Caruaru, todos no Interior do Estado.

No ato de assinatura, que ocorreu no miniauditório da reitoria do IFPE, no Recife, diretores que já tiveram vivências com os socioeducandos falaram dos resultados. Dez adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Vitória de Santo Antão, por exemplo, participaram, nos últimos três meses, do curso de Produção de Massas. A certificação está prevista para os próximos dias. “Eles se envolveram muito. Tanto que, perto do fim do curso, um conseguiu liberação da unidade, mas seguiu comparecendo às aulas”, disse o diretor-geral do Campus Vitória do IFPE, Mauro França.

Outros beneficiados pela parceria que já existia foram socioeducandos do Case Caruaru. Eles assistiram às aulas do curso de Eletricidade Veicular e, por terem concluído a formação com bom comportamento, receberam da Vara Regional da Infância e Juventude sediada naquele município o direito de progredir da internação para a liberdade assistida. “Temos bons exemplos da importância da parceria que já acontecia, mas atos simbólicos como este são necessários para dizer que a Funase faz parte do IFPE e que o IFPE faz parte da Funase. A nossa expectativa é de que, com a assinatura deste acordo de cooperação técnica, os laços se ampliem e se aprofundem”, afirmou a reitora do IFPE, Anália Ribeiro. “O IFPE tem um papel social muito forte. É bom ver que a parceria que já existe tende a crescer”, completou a pró-reitora de Extensão, Ana Patrícia Falcão.

A presidente da Funase, Nadja Alencar, que assinou o acordo de cooperação juntamente com o diretor geral de Gestão de Administração e Finanças da instituição, José Cícero Lopes, também exaltou a preocupação do IFPE com o social. “Temos que pensar que os socioeducandos estão agora na Funase, mas, em breve, vão voltar para a sociedade. De que forma queremos que eles estejam quando voltarem a conviver conosco nas ruas, nos bairros, nos shoppings? É por isso que agradecemos a quem encampou a ideia de cuidar desses adolescentes”, declarou.

Também compareceram ao ato a diretora geral da Política de Atendimento da Funase, Íris Borges, e o coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer, Normando Albuquerque, responsáveis pelos setores dedicados à prospecção de oportunidades de inserção dos socioeducandos em cursos profissionalizantes e no mercado de trabalho. Além do acordo de cooperação técnica, também deve ser lançado nos próximos dias o selo “Compromisso Socioeducativo”, com o intuito de destacar a atuação do IFPE na inclusão dos adolescentes e jovens atendidos pela Funase. “Esses alunos não nasceram na Funase. Eles estão só passando pela instituição e voltarão para a sociedade. Estamos, portanto, agradecidos por ações como esta e pelo espaço que temos encontrado”, afirmou Normando.