• Ceclin
mai 29, 2009 1 Comentário


Fies poderá ser pago com trabalho

Publicado em 29.05.2009

BRASÍLIA – O Financiamento Estudantil (Fies), programa de crédito educativo do Ministério da Educação (MEC), passará a bancar também cursos técnicos de nível médio. Hoje o Fies só atende alunos de nível superior. O governo quer também que os formados em cursos de licenciatura e medicina possam pagar o empréstimo trabalhando em escolas públicas ou no Programa Saúde da Família (PSF), do Sistema Único de Saúde.
O ministro da Educação, Fernando Haddad, defende a edição de medida provisória hoje para que o novo formato do Fies entre imediatamente em vigor. Mas a proposta poderá seguir como projeto de lei, em regime de urgência. A decisão seria tomada pela Casa Civil.
Futuros professores e médicos poderão quitar o empréstimo em oito anos e quatro meses. Para cada mês trabalhado na rede pública de educação ou no PSF, será possível abater 1% da dívida. Em cem meses, o débito seria zerado. A ideia é que, no período, o formado receba o seu salário normalmente – o que pagará a dívida como Fies é o trabalho na rede pública. A medida valerá só para instituições de ensino com pelo menos nota 3, na escala de 1 a 5, no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).
A proposta do MEC permitirá ainda que as universidades privadas troquem os títulos que recebem do governo por dinheiro quatro vezes ao ano (em vez de uma), o que deve aumentar seu interesse pelo programa.
(Jornal do Commercio).