Ceclin
ago 31, 2011 0 Comentário


Festa da Estação oferece oficinas para deficientes e profissionais que trabalham com este público

Um dos diferenciais da 13ª Festa da Estação de Gravatá são as oficinas oferecidas para portadores de necessidades especiais e profissionais que trabalham com este público. As oficinas são disponibilizadas através de uma parceria entre a FUNDARPE / Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos / Prefeitura e Secretaria Municipal de Ação Social. Na última segunda-feira (29/08) Maria Dulce, secretária de ação social esteve presente na abertura da primeira oficina especial cujo tema foi “Contação de Estórias para Crianças com Deficiência”. Cerca de 20 alunos participaram da oficina realizada no auditório da Escola Devaldo Borges e ministrada pela professora Gisélia Bastos.

De acordo com Lúcia Gomes, coordenadora das oficinas para portadores de necessidades especiais, a inclusão é o principal objetivo desse trabalho pioneiro, “A inclusão social é a principal intenção dessas oficinas. Através delas podemos capacitar profissionais que lidam com pessoas especiais e também oferecer um diferencial para estes especiais”, afirmou Lúcia. Maria Dulce enfatizou a importância da parceria, “Nossa cidade está sediando um evento tão bonito e nada mais justo que contemplar todas as pessoas, independente de classe social ou necessidade especial. Estas oficinas chegam para abrilhantar um trabalho que é realizado em nosso município”, disse a secretária.

Com Informações da Assessoria.