Ceclin
jul 22, 2009 1 Comentário


Fernando de Noronha fica fora de concurso mundial

Publicado em 22.07.2009

De nada adiantou o esforço dos pernambucanos e dos admiradores que votaram no arquipélago de Fernando de Noronha no concurso Sete Maravilhas Naturais do Mundo. A fundação suíça New 7 Wonders, organizadora do evento, divulgou ontem os 28 finalistas que continuam na disputa e a ilha que tanto orgulha o povo de Pernambuco ficou de fora.

A decisão foi tomada por um júri técnico e, desta vez, não foi considerado o voto popular que era feito através da internet. Os dois representantes brasileiros foram as Cataratas de Iguaçu, no Paraná, e a Amazônia.
Há mais de dez dias os profissionais vinham analisando os semifinalistas com base em critérios por eles previamente estabelecidos. “Foi frustrante morrer na praia, mas não dependeu de nós e nem dos amantes do arquipélago. Não temos certeza, porque a organização não diz os motivos, mas acreditamos que Noronha ficou de fora por causa de critérios geográficos. Sabíamos que seria impossível passar três candidatos brasileiros.
Além disso, concorríamos também com outro candidato da América do Sul que eram as Ilhas Galápagos, que internacionalmente são mais conhecidas”, declarou a coordenadora da campanha Vote Noronha, Luciana Carvalho.
Ela avalia, no entanto, que a participação do arquipélago pernambucano foi muito boa e rendeu frutos para o Estado. “Passamos por três etapas durante um ano e meio. Começamos concorrendo com 440 destinos, na segunda fase foram 261 e nesta terceira, 77. Tudo pelos votos e mobilização popular. Foi muito importante porque foi mais de um ano e meio de mídia internacional espontânea. Temos o que comemorar também”, comentou.
Ela informa que a fundação New 7 Wonders não divulga o número de votos, mas que o site Vote Noronha passou a registrar, através da ferramenta de acesso do Google, o número de acessos ao site brasileiro. “Foram mais de 130 mil entradas nos últimos seis meses”, contabilizou. “Tivemos um pouco de falta de sorte porque concorríamos com três grandes conhecidos mundiais num mesmo continente. Mas se o critério fosse apenas a beleza, com certeza teríamos passado”, disse.
Entre os finalistas, encontram-se também o Grand Canyon, a Grande Barreira de Recifes, o Mar Morto e o Monte Kilimanjaro, entre outros locais de exuberante beleza natural. A votação é organizada pelo aventureiro suíço Bernard Weber, que recentemente coordenou a eleição das Sete Novas Maravilhas do Mundo Moderno, todas elas construídas pelo homem – entre as quais ficou o Cristo Redentor, no Rio.
Pessoas de todo o mundo podem votar pela internet no endereço

www.new7wonders.com.

(Jornal do Commercio).