Ceclin
set 15, 2022 0 Comentário


Feira Nova apresenta dez atrações na Festa da Farinha

A edição de 20 anos da Festa da Farinha de Feira Nova, na Mata Norte pernambucana, traz cinco dias de programação, com dez atrações. A comemoração retorna ao pátio de eventos depois de dois anos suspensa por conta da pandemia. No período de 21 a 25 de setembro, a grade artística traz um misto de ritmos que passam pelo forró, pelo sertanejo, pelo brega e pelo gospel. Além dos shows, a festa terá estandes de exposição e vendas, artesanato, praça de alimentação, palestras, oficinas e concurso de Rei e da Rainha da Farinha.

Os nomes confirmados na programação são: (21) Wallas Arrais e Raphaela Santos; (22) Eyshila, (23) Tierry e Vilões do Forró; (24) Zé Vaqueiro e Forró do Loirão; (25) Lipe Lucena, Bonde do Brasil e Anjos do Forró. Para realização do evento, a Prefeitura de Feira Nova conta com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Durante a Festa da Farinha, diversos outros produtos derivados da mandioca também estão sendo apresentados aos visitantes.

De acordo com dados pesquisados pela gestão municipal, mais de 700 famílias vivem com a renda gerada através do cultivo e produção da mandioca, sendo uma das principais fontes de renda do Município. Feira Nova conta com mais de dez casas de farinha que recebem incentivos da Prefeitura, do Sebrae e do Ministério do Trabalho. Integradas, as instituições buscam fortalecer e regularizar os serviços prestados pelos trabalhadores locais.

O setor ressurgiu para o cenário econômico com a fundação da Cooperativa dos Produtores de Farinha de Feira Nova (COOPFFEN). Os cooperados trabalham com CNPJ próprio e recebem orientações técnicas para melhoramento do solo com especialistas do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). Atualmente, a farinha produzida na cidade é comercializada fora do Brasil. O prefeito Danilson Gonzaga coordena um projeto que tem fortalecido a cadeia produtiva da farinha e outros derivados da mandioca, intitulado de “Sou Feira Nova, sou Terra da Farinha”.

Blog do Agreste