• Ceclin
mar 26, 2019 0 Comentário


Fatores que limitam o crescimento de escritórios de advocacia: saiba como eliminá-los

Se a intenção é atender a mais clientes, atuar em mais processos, é preciso identificar e banir cinco fatores limitantes do crescimento do escritório. Confira. 

iProcessum_como_escolher_o_melhor_software_juridico_para_o_seu_escritorio_de_advocaciaCrescer ou desaparecer: essa é a realidade que as empresas enfrentam no mercado atualmente e isso inclui os escritórios de advocacia. E, para crescer, não basta assumir boas práticas; também é preciso eliminar os obstáculos, que funcionam como fatores limitantes do objetivo almejado.

Nesse artigo, serão apresentados cinco dos principais fatores que limitam o crescimento dos escritórios, assim como maneiras de superá-los para escalar o negócio.

Falta de pessoal
Um dos fatores limitantes mais óbvios à expansão do escritório é a falta de pessoal. Se um escritório busca mais clientes e mais processos sem, porém, contar com uma equipe de tamanho adequado, ainda que os colaboradores sejam produtivos e a gestão do tempo seja adequada, há riscos de sobrecarregar a equipe e prejudicar a qualidade do trabalho.

É preciso dimensionar corretamente o número de profissionais necessários de acordo com a carteira de clientes, os tipos de processo e os recursos de apoio disponíveis para executar as atividades.

Equipe despreparada
Contar com uma equipe grande não significa que o escritório está pronto para crescer. O time deve estar bem preparado para conduzir o trabalho com o máximo rigor, já que com a expansão, o nível da concorrência também aumenta.

Além disso, não se trata apenas de preparação em relação à prática do Direito. A equipe deve apresentar competências como atendimento de excelência e domínio do uso de tecnologias.

Ausência de ferramentas
Contar com as ferramentas certas é imprescindível para o crescimento sustentável do escritório de advocacia. Uma em especial é o software jurídico, que permite automatizar tarefas, garantindo condições para arcar com uma maior carga de trabalho sem precisar aumentar muito a equipe de profissionais.

O software para advogados, aliás, oferece benefícios que abrangem diversos pontos da gestão do escritório: além de automatizar tarefas e otimizar o tempo da equipe, centraliza informações, tornando mais fácil sua gestão; organiza tarefas e compromissos de forma integrada, evitando sobreposições e retrabalho; controla horas trabalhadas e cobranças, afastando erros financeiros.

A tecnologia colabora muito para manter a eficiência e a qualidade dos serviços do escritório diante do crescimento do negócio. A falta desses recursos pode ser um obstáculo nesse processo.

Marketing ineficiente
Só pode haver crescimento do escritório se houver mais clientes e mais processos. As ações de divulgação e prospecção devem, portanto, ocupar papel central na expansão do negócio, sempre obedecendo, claro, às normas que estipulam quais práticas são permitidas e proibidas. Um marketing ineficiente impede que o nome do escritório chegue ao público e, portanto, não colabora com a aquisição de novos clientes.

Atualmente, a grande tendência é o Marketing Digital, especialmente com a produção de conteúdo e a formação de uma presença ativa nas redes sociais. Os escritórios ganham maior visibilidade por meio da internet e constroem a imagem de autoridade nas suas áreas de atuação.

Oferecer um bom conteúdo respondendo a dúvidas do ramo do Direito é das melhores maneiras de conquistar a atenção das pessoas.

Gestão inadequada
A gestão inadequada está por trás dos fatores vistos acima e de vários outros. Pode-se dizer que essa é a causa-raiz da dificuldade de ampliar um escritório.

O problema está associado a decisões estratégicas mal direcionadas e, na maioria das vezes, pode ser resolvido ao adotar uma gestão data-driven. Da contratação de profissionais à implementação de uma nova área de especialidade, tudo deve ser embasado por dados, para aumentar a efetividade das decisões tomadas.

Uma vez que os fatores limitantes forem eliminados e o escritório estiver preparado para crescer, é preciso pensar e planejar a longo prazo.

Por exemplo, na escolha do software jurídico, deve-se optar por uma solução capaz de acompanhar o aumento projetado do volume de processos. Assim, evita-se novos gargalos de crescimento também no futuro.