Ceclin
abr 17, 2020 0 Comentário


Família demora a enterrar parente devido coveiros do Cemitério de Vitória estarem desprotegidos

Cemitério São Sebastião - Vitória Sto. Antão

Família demora a enterrar parente por falta de equipamentos de segurança para os coveiros do Cemitério de Vitória de Santo Antão

por Igor da Nóbrega, do Mais Agreste

Na manhã desta sexta (17/04), uma denúncia foi realizada contra o Cemitério Municipal São Sebastião, localizado em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata Sul do Estado. Através de vídeo divulgado nas redes sociais, um homem alerta sobre a falta de medidas preventivas contra o novo Coronavírus por parte dos profissionais que trabalham no local.

De acordo com o denunciante, a demora no sepultamento da própria sogra é decorrente da falta dos Equipamentos de Proteção Individuais (EPI’s) para os sepultureiros. “Minha sogra faleceu e a causa da morte dela não saiu ainda, mas, como sempre, eles falam que é suspeita de Covid-19. São mais ou menos 11 horas da manhã, faz quase três horas que estou aqui e não tem um coveiro com uma roupa adequada para poder sepultá-la, tudo vulnerável, e eles estão com medo de pegar no caixão. Que prefeito é esse dessa cidade? Mau administração”, desabafou.

Em outro vídeo, a filha da vítima também relata dificuldades quanto ao enterro. “Não tem como enterrar minha mãe porque os coveiros não têm a roupa adequada”, lamentou.

Para o advogado vitoriense Arthur de Andrade, a gestão pública municipal não pode alegar que o problema ocorrido foi decorrente da falta de recursos e tempo. “Muita tristeza para os familiares ao terem que passar por mais essa tormenta desnecessária”, destacou.

Em nota, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Vitória afirmou que os equipamentos especiais estavam sendo enviados para os coveiros. “Infelizmente, é um ponto fora da curva, ninguém no País tava preparado para tudo isso”, informou.