• Ceclin
jul 04, 2019 0 Comentário


Exposição de vitoriense destaca autoria negra na construção do conhecimento

exposição “Autoria Negra na Construção do Conhecimento”

A exposição “Autoria Negra na Construção do Conhecimento” entra em cartaz, na próxima terça-feira (09/7), na biblioteca do Centro de Educação (CE) da UFPE, no Campus Recife. O evento de lançamento será, às 9h, no hall do CE. Haverá preleção com o homenageado, o professor Kabengele Munanga (ex-USP e hoje docente visite da Universidade Federal do Recôncavo Baiano), apresentação musical com o grupo Afrocentrados e apresentações artísticas de poetas e poetisas. O evento é aberto ao público.

A promoção é do Laboratório de Educação das Relações Étnico-Raciais (Laberer) da UFPE, em parceria com a 1ª turma da disciplina “Educação das Relações Étnico-Raciais” do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPE. A coordenação é da professora Maria da Conceição dos Reis, do Departamento de Administração Escolar e Planejamento Educacional e do Programa de Pós-Graduação em Educação. A iniciativa também tem o apoio da biblioteca do CE e do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).

Com o objetivo de dar visibilidade às autorias negras no âmbito da ciência, destacando suas contribuições para as pesquisas em educação, a exposição surge a partir da necessidade de pesquisadores encontrarem referências epistemológicas/teóricas de autores negros e autoras negras.

Serão expostos quadros com as imagens de 19 autores e autoras negras brasileiras e estrangeiras, com suas respectivas biografias. O material expressará as histórias, os legados e os construtos desses intelectuais, agentes na formulação e construção do conhecimento a partir de alternativas antirracistas.

As biografias foram produzidas pela turma, a partir das leituras realizadas durante o semestre letivo 2019.1, e as imagens foram reproduzidas por Antônio Fernando Nascimento, artista plástico de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata.

A exposição fica em cartaz na biblioteca do CE por tempo indeterminado. A visitação é gratuita e pode ser realizada, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h30.