• Ceclin
mai 04, 2011 0 Comentário


Expectativas com a chegada de um Shopping em Vitória de Santo Antão

A cidade recebe 30 empreendimentos privados

Publicado em 04/05/2011
Angela Fernanda Belfort



Conhecida como a terra de Osman Lins e da Pitú, Vitória de Santo Antão também está tirando proveito do bom momento econômico do Estado. De 2007 a 2010, foram iniciados 21 empreendimentos que vão demandar um investimento de R$ 771,5 milhões. Desse total, pelo menos 11 deles estão em fase de implantação. Juntos, vão gerar 3,4 mil empregos, quando entrarem em operação. Ontem, o prefeito daquele município, Elias Lira, anunciou que será construído o primeiro shopping center da cidade.
Na atração dos investimentos, os diferenciais de Vitória de Santo Antão são o fácil acesso (pela BR-232) e a disponibilidade de 60 hectares de área no distrito industrial do município, segundo informações do presidente da Agência de Desenvolvimento de Pernambuco AD-Diper, Márcio Stefanni. “A nossa meta é fazer com que essas empresas se instalem o mais rápido possível”, comentou Stefanni.
Em Vitória, o governo do Estado atualmente faz a terraplenagem do terreno onde vai se implantar a empresa Metalfrio, que faz geladeiras e freezeres para indústrias como Coca-Cola e Ambev. Entre os empreendimentos previstos, estão fábricas de plásticos, resinas, estofados, embalagens e produtos químicos.
São mais de 30 empreendimentos se instalando, segundo a prefeitura. “Há dois anos, achei que era um sonho. Quando começamos a procurar um terreno para a implantação da Kraft. Hoje, é uma realidade”, disse ontem o prefeito Elias Lira, ao participar da solenidade de inauguração da Kraft. A Kraft treinou 1,2 mil pessoas na universidade de alimentos que foi implantada na cidade em parceria com o sistema S. Desse total, 600 foram empregados pela companhia norte-americana. Além da Kraft, a cidade já recebeu outro grande empreendimento que foi a fábrica da Sadia.