Ceclin
mar 24, 2009 5 Comentários


Exemplo de Pernambuco


por Isaltino Nascimento



A chegada da fábrica da Sadia ao Município de Vitória de Santo Antão é prova inconteste da crescente participação do Nordeste na Economia brasileira, em especial Pernambuco. Aqui, não estamos choramingando por causa da crise mundial, mas arregaçando as mangas e trabalhando na estruturação do Estado para receber novos empreendimentos, seja na Região Metropolitana ou no Interior.

Como bem frisou o governador Eduardo Campos na solenidade de inauguração da unidade, é bom receber a empresa aqui, para que ela possa, junto com os pernambucanos, dar sua contribuição no combate à crise financeira mundial, gerando crescimento econômico.

O discurso de Eduardo foi respaldado pelo presidente Lula, que incentivou os empresários a seguirem o exemplo da Sadia. O investimento de R$ 300 milhões na planta em Vitória de Santo Antão vai gerar 1,5 mil empregos diretos e quatro mil indiretos, beneficiando também municípios no entorno, como Glória do Goitá, Chã de Alegria, Feira Nova e Pombos.

Vale ressaltar que quase todos os funcionários da fábrica são moradores da região, capacitados em uma escola especialmente montada pela empresa em parceria com o Sistema S (Sesc, Senai, Senat), prefeitura municipal e Governo estadual. A unidade, com capacidade para produzir 147 mil toneladas/ano de mortadela, apresuntados, salsicha e linguiça cozida, deverá gerar uma receita adicional à empresa de R$ 390 milhões por ano.

A vinda da Sadia e de tantos outros empreendimentos que estão sendo implementados no Estado – como a Perdigão, em Bom Conselho; a Netuno, em Belém de São Francisco, e a Hemobrás, Novartis e a União Química, no Pólo Farmacoquímico de Goiana – não acontece por acaso.

Deve-se a um contexto favorável criado por um governo que mantém seu planejamento voltado para a dotação de infra-estrutura suficiente para alavancar o desenvolvimento do Estado.

Os resultados deste trabalho já estão sendo colhidos. De acordo com relatório do Datamétrica, divulgado no início do mês, Pernambuco é o Estado que mais deve crescer em 2009, com um aumento de 4,29% no PIB.

Desta forma, deixamos para trás o tempo em que a mesquinharia travava o nosso crescimento. Hoje, a largueza faz com que Pernambuco seja o Estado do Nordeste que mais cresce, que mais gera emprego, que mais tem fé no futuro.


por Isaltino Nascimento,
deputado estadual pelo PT e líder do governo na Assembléia Legislativa, escreve para o Blog todas às terças-feiras.