• Ceclin
dez 13, 2017 0 Comentário


Estudantes da rede pública de Pombos se destacam no maior evento de tecnologia do Brasil

Os estudantes apresentaram além dos robôs que aprenderam no curso promovido pela Escola, outro projeto desenvolvido em parceria com a Casa das Juventudes de Pombos. Fotos: Divulgação

Os estudantes apresentaram além dos robôs que aprenderam no curso promovido pela Escola, outro projeto desenvolvido em parceria com a Casa das Juventudes de Pombos. Fotos: Divulgação

O Acess@ Brasil, maior evento de tecnologia do País que aconteceu entre os dias 05 a 10 de dezembro, em Olinda (FOCCA), reuniu mais de 600 pessoas em várias frentes de trabalho. No evento, estiveram representantes de diversas autarquias federais a exemplo do Ministério da Ciência e Tecnologia, IBICT, representantes de diversas cidades, prefeitos, vereadores e estudiosos das áreas de tecnologia, sendo a organização local sob o CRC Marista.  Durante os dias inúmeras atividades ocorreram reunindo jovens acadêmicos e desenvolvedores de sistemas.

O destaque regional ficou para os jovens da cidade de Pombos, no Agreste, vinculados ao EREM Capitão Manoel Gomes d Assunção, quando seis adolescentes ingressaram no curso de Robótica, sendo os únicos estudantes da rede pública nessa modalidade, assim como os mesmos foram únicos, exceto os projetos do CRC Marista e Universidade do Paraná, a exporem seus trabalhos para toda América latina.

Os estudantes apresentaram além dos robôs que aprenderam no curso promovido pela Escola, outro projeto desenvolvido em parceria com a Casa das Juventudes de Pombos, Secretaria Municipal de Educação e o CRC Marista. O projeto é um inovador método de verificação de volume de água capaz de avaliar os níveis de líquidos em tanques, caixas de água que economizam energia em mais de 70%, além de avaliar impurezas nos domicílios, o que eliminaria os riscos de larvas do Aedes (Dengue) se desenvolver nesses recipientes. O aplicativo promete alertar através de sensores instalados em celulares via aplicativo.  A iniciativa obteve grande êxito na EXPOIDEIA 2017. “Os estudantes apesar de ainda estarem no Ensino Médio, demonstram grande capacidade intelectual para problemas tão graves decorrentes da água e do Aedes Egypti”, salientou Felipe Castro – Desenvolvedor de Sistemas presente no evento.

Estudantes da rede pública de Pombos

Segundo Jairo Rubens – Diretor de Juventudes  da Prefeitura de Pombos, a pretensão é criar uma parceria para que a Casa das Juventudes seja um espaço público municipal. “Esses alunos poderão fomentar neles o desejo de serem futuros empreendedores sociais, capazes de serem guias para os demais estudantes que estão concluindo o seu ensino médio. Nosso intuito é estimular que outros alunos possam usufruir desse fator tecnológico e que possamos formar um núcleo de desenvolvimento tecnológico no Interior, sendo eles protagonistas levando o nome da nossa cidade para todo o Brasil e América Latina, no universo que todos os dias surge algo novo. Temos um imenso orgulho de sermos parceiros desses jovens na realização de seus sonhos, expondo seus talentos para que através deles nossa cidade possa se desenvolver. Sabemos que o verdadeiro desenvolvimento de um município se faz com a capacidade de multiplicar saberes e vamos fazer o possível para que cada um deles possa multiplicar cada valor que já têm. Quando convidamos esses jovens para desenvolver o projeto, de prontidão tivemos a coragem deles por encarar todas as barreiras e nos surpreender com esse magnífico projeto. Importante frisar que tivemos também um enorme apoio do CRC e da direção da Escola Estadual na pessoa da Diretora Jane Leonilda e dos professores responsáveis Jandice Fábio e Allyson”, relatou Jairo.

Ele acrescentou que na viabilização desses projetos, a parceria da Secretaria de Educação da Prefeitura de Pombos foi fundamental. “O Acess@ Brasil foi um marco para todos nós não só por nossos jovens serem um dos destaques, sobretudo por termos trocado experiências nos dias dos eventos, eu como um dos representantes do Fórum Pernambucano de Inclusão Digital fiquei orgulhoso em presenciar tanta gente discutindo tecnologia como princípio de igualdade universal para todos os povos”, finalizou.