Ceclin
jul 28, 2016 0 Comentário


Estudante de 09 anos representa Vitória no 6º Concurso Ler Bem

Ler Bem 2016_Vitória de Santo Antão

O estudante será o representante da Vitória de Santo Antão. Ele tem 9 anos e estuda na Escola Municipal Professora Gilvanete Vieira Guedes

 

6º Concurso Ler Bem alcança 88 municípios pernambucanos. Trata-se de um projeto de incentivo à leitura é realizado anualmente pela Aspa 

Por Carlos Enrique, da Aspa

Escolas públicas municipais de 88 cidades pernambucanas participam neste ano do 6º Concurso Ler Bem, projeto socioeducacional da Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (Aspa), cujo objetivo é desenvolver nas crianças o hábito de ler.

A iniciativa – que começou em 2011 – envolve estudantes do 4º Ano do Ensino Fundamental matriculados na rede municipal de ensino em todo o Estado. Mais de 70 mil estudantes de 1.400 escolas públicas participam da edição 2016 do concurso.

As semifinais acontecem de 1 a 5 de agosto e a final será no dia 6 de outubro, em Camaragibe, no Hotel Campestre de Aldeia. Floresta, Pesqueira, Cupira, Carpina e Cabo de Santo Agostinho serão as cidades-sedes das semifinais.

Cada estudante semifinalista será premiado com um tablet e os quinze estudantes que passarem para a disputa final do concurso também serão premiados com notebooks. Os três melhores colocados ganharão um final de semana no Enotel Resort, em Porto de Galinhas.

2 Foto_Concurso Ler BemAs crianças vão acompanhadas dos pais e a premiação é extensiva aos respectivos professores dos três primeiros colocados, com direito a acompanhante. O secretário de Educação do município vencedor e o gestor da escola onde estuda o aluno campeão do concurso também são igualmente premiados.

A primeira edição do Concurso Ler Bem foi realizada com escolas públicas municipais de Caruaru. Já em 2012 o projeto envolveu 11 municípios, saltando no ano seguinte para 36 cidades. Em 2014 obteve adesão de 61 municípios pernambucanos e no ano passado participaram 77 cidades.

“Neste ano alcançamos 88 municípios, o que comprova o êxito de uma ação social que gera disciplina e comprometimento dos alunos, ao passo que estimula a criatividade e a imaginação, desenvolve a linguagem e viabiliza perspectivas melhores de futuro no campo profissional para essas crianças”, afirma o presidente da Aspa, José Luiz Torres. “O hábito da leitura é de extrema importância na idade escolar”, completa o diretor executivo da Aspa e coordenador do projeto, Sebastião Rodrigues.

Nas semifinais do Concurso Ler Bem 2016, o estudante Pedro Katson de Santana Silva (foto capa) será o representante de Vitória de Santo Antão. Ele tem 9 anos e estuda na Escola Municipal Professora Gilvanete Vieira Guedes.

Como funciona – O Projeto Aspa de Incentivo à Leitura envolve uma saudável disputa entre alunos do 4º Ano do Ensino Fundamental para ver quem ler melhor, seguindo critérios específicos da comunicação oral.

A essa disputa foi dado o nome de Concurso Ler Bem, onde os estudantes são avaliados por uma comissão julgadora que atribui notas aos candidatos após analisar os seguintes aspectos: entonação da voz, espontaneidade na leitura e pausas determinadas pela pontuação.

Diante do corpo de jurados, os estudantes leem em voz alta textos de Olavo Bilac, Mário Quintana, Ferreira Gullar, Ziraldo, Vinícius de Moraes, Ana Maria Machado, Ruth Rocha, Maurício de Souza, Monteiro Lobato e Cecília Meireles, entre outros escritores da literatura infanto-juvenil.

Até chegarem à final do Concurso Ler Bem os candidatos são submetidos a etapas classificatórias em suas respectivas escolas (numa primeira fase, para definir os melhores de cada escola) e em seus respectivos municípios (numa segunda fase, para definir o melhor de cada município), o que mobiliza professores, gestores escolares, pais dos alunos e secretarias municipais de Educação, em parceria com a Aspa. Nessa etapa seletiva – realizada no primeiro semestre do ano – são definidos, portanto, os estudantes representantes de cada um dos municípios inscritos no concurso.

Uma vez definido o estudante representante de cada município, a etapa seguinte compreende as semifinais do concurso, que acontecem no mês de agosto. Neste ano, por exemplo, serão 88 estudantes semifinalistas (cada estudante representando a sua cidade. Veja quadro abaixo).

Desse total, 15 (quinze) deles vão para a final, que acontece sempre no mês de outubro, quando se comemora o Dia da Criança. A final do Concurso Ler Bem 2016 será no dia 6 de outubro.

Premiação – Cada estudante semifinalista é premiado com um tablet pela Aspa. Se o estudante passar para a disputa final (que acontece em outubro), ele também é premiado com um notebook, recebido no dia da final do concurso.

Esses prêmios contribuem no processo de inclusão digital dos estudantes, com estímulo à pesquisa, à leitura de livros digitais, ao aprendizado e ao conhecimento. Dos 15 finalistas, a comissão julgadora (formada por educadores e especialistas em Comunicação) escolhe o vencedor do concurso, o vice-campeão e o terceiro colocado.

Os três melhores são premiados com o direito de participar do Encontro Aspa, evento realizado num resort de luxo no litoral sul de Pernambuco. O evento compreende shows, palestra e direito à infraestrutura de lazer do hotel, onde os meninos se divertem durante três dias (da sexta-feira ao domingo), aproveitando toda a programação infantil preparada especialmente para as crianças. Resorts como o Summerville, Vila Galé e Enotel já sediaram o evento, sempre no Sistema All Inclusive.

Neste ano, os três primeiros colocados participarão do 16º Encontro Aspa, que acontece em novembro, no Enotel Resort, em Porto de Galinhas. Eles vão acompanhados dos pais ou responsáveis legais. A premiação é extensiva aos respectivos professores dos três primeiros colocados, com direito a acompanhante. O secretário de Educação do município vencedor e o gestor da escola onde estuda o aluno campeão do concurso também são igualmente premiados para participarem do Encontro Aspa.

Os vencedores desde 2011: 

2011 – (1ª Edição)

Estudante: Ervelin Laiane Bezerra

Escola Municipal Teresa Neuma

Caruaru

OBS: O 1º Concurso Ler Bem foi realizado entre escolas públicas municipais de Caruaru

2012 – (2ª Edição)

Estudante: Samantha Amaral Teixeira da Cruz

Escola Municipal Gianete Silva

Caruaru

Participação de 11 cidades do Agreste de Pernambuco

2013 – (3ª Edição)

Estudante: Joebson José da Silva

Escola Municipal Coronel Camilo Pereira Carneiro

São Caetano

Participação de 36 municípios pernambucanos

 2014 – (4ª Edição)

Estudante: Maria Edilane Silva Melo

Escola Municipal Barra Azul

Bonito

Participação de 61 municípios pernambucanos

2015 – (5ª Edição)

Estudante: João Henrique da Silva Lima

Escola Municipal Professor George Miguel Pereira

Sairé

Participação de 77 municípios pernambucanos

2016 – (6ª Edição)

Semifinais: de 01 a 05 de Agosto

Final: dia 06 de outubro

Participação de 88 municípios pernambucanos.