Ceclin
jan 04, 2011 0 Comentário


Estado selecionará professores

Publicado em 04.01.2011


Do Jornal do Commercio



A Secretaria Estadual de Educação fará este ano seleção para contratar professores que vão atuar em novas escolas técnicas e de referência. O número de vagas ainda não foi definido.
De acordo com o novo titular da pasta, Anderson Gomes, que assumiu o cargo na manhã dessa segunda-feira (3), será avaliada a demanda.
“É certo que teremos contratação de novos professores”, afirmou o secretário, que tem como recomendação principal do governador Eduardo Campos melhorar a qualidade do ensino e ampliar o ensino profissionalizante no Estado.
Nos próximos quatro anos, serão criadas 47 escolas técnicas. A primeira, em Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, teve a ordem de serviço para construção do prédio assinada ontem, e ganhou o nome de Alcides do Nascimento Lins, em homenagem ao jovem estudante de ciências biológicas assassinado no dia 6 de fevereiro do ano passado.
Nos próximos 15 dias, segundo o secretário, serão iniciadas as obras de outras dez unidades. “Todas estarão prontas para o ano letivo de 2012.” Os recursos – R$ 60 milhões – foram liberados pelo Ministério da Educação em novembro de 2010.
Outro objetivo do novo secretário é estimular a prática do empreendedorismo e a formação qualificada nas escolas de ensino médio. O trabalho será desenvolvido em conjunto com a Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo. “Vamos estimular vocações profissionais, além de ampliar parcerias com entidades como CIEE e IEL”, explicou.
Sobre melhoria da qualidade da educação, Anderson Gomes informou que serão analisados os resultados alcançados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). “A prioridade para todos os níveis é melhorar a qualidade do ensino. Precisamos diminuir as desigualdades entre as regiões do Estado. Vamos verificar as metas que devem ser alcançadas e trabalhar para que isso aconteça.”
O secretário também prevê a ampliação do número de escolas de referência do ensino médio. Atualmente são 160 em todo o Estado e serão criadas, até 2014, 140 novas unidades, sendo 105 com ensino integral (dois turnos de aulas todos os dias) e 35 com ensino semi-integral (dois turnos de aula duas vezes por semana). “Queremos implantar uma escola de referência em cada município”, informou o secretário.
Em relação à qualificação dos professores, Anderson Gomes garantiu que serão mantidas as políticas adotadas nas gestões anteriores (Danilo Cabral e Nilton Mota). “A melhoria da qualidade do ensino passa pelo apoio ao professor. Vamos estimular novas práticas pedagógicas”, afirmou. Entre os pontos que terão atenção especial estão as Olimpíadas e os Jogos em Educação, aplicados para estudantes dos ensinos fundamental e médio.

Eventos como estes já tiveram participação de até 40 mil alunos. Ainda de acordo com o secretário, o reajuste salarial será apresentado ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) até a data-base, em maio.
(Jornal do Commercio).