Ceclin
dez 31, 2010 1 Comentário


Escola de Pernambuco muda a vida de crianças através da leitura


Até o ano passado, 60% dos alunos chegavam à quinta série sem ser alfabetizados

Da Redação do G1
Eles são filhos de agricultores. Vivem do cultivo de hortaliças. A estrada de terra leva até o endereço mais concorrido da comunidade. A banda costuma saudar quem chega até a Escola Estadual de Natuba, no distrito de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco.
Mas a grande novidade por lá foi construída sem barulho, lentamente. Até o ano passado, muitos alunos, como o Flávio, de 12 anos, não sabiam ler nem escrever. “Tinha preguiça de ler, agora não tenho mais não”, conta Flávio.
“Sessenta por cento não sabiam ler. Chegavam à quinta série sem saber ler”, informa a professora Fátima Barbosa.
Agora as aulas de leitura são as preferidas. O pensamento voa longe com os livros. Um cantinho só para os livros dentro de cada sala e um momento dedicado à leitura todos os dias fizeram toda a diferença.
A paixão pelos livros despertou talentos e fez surgir novos personagens na escola rural. Alguns alunos se transformaram em escritores. E haja papel e lápis para registrar o que não para de brotar da imaginação deles.
Letra bonita, Rafaela da Silva e Souza é uma recordista entre os escritores mirins. Quantos livros você já escreveu? “Uns 18”, responde a menina de 10 anos.
A ilustração é caprichada. Os pequenos escritores querem publicar suas histórias e multiplicar a experiência que deu um novo sentido à escola.
“Eu gosto muito da escola, que a gente aprende muito mais”, afirma outra menina.
Os alunos da Escola Estadual de Natuba tiveram a última aula do ano nesta quinta-feira (30).