Ceclin
dez 09, 2013 0 Comentário


Escola com risco de desmoronamento deverá ser interditada em Moreno

do Portal do MPPE

Com o intuito de garantir a vida e a integridade física dos estudantes e professores da Escola Assembleia de Deus, no município do Moreno (Região Metropolitana do Recife), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou aos dirigentes do estabelecimento de ensino, à Secretaria Municipal de Educação e à Prefeitura da cidade que suspendam as aulas e desocupem o prédio imediatamente. Segundo o promotor de Justiça do município, Leonardo Brito Caribé, foram feitas denúncias por parte dos funcionários, pais e estudantes em razão do risco de desmoronamento iminente da estrutura do prédio.

Em vista da gravidade e urgência de adoção de medidas, o MPPE também recomendou aos dirigentes da escola a interdição imediata do estabelecimento e transferência dos alunos e professores para unidades de ensino que estejam preferencialmente em áreas próximas. Já ao Prefeito Dilsinho Gomes (PSB) foi recomendado que realize licitação, no prazo de 120 dias, para viabilizar reforma da escola e, assim, reparar os defeitos que estão comprometendo a infraestrutura do local.

Ainda de acordo com a recomendação do MPPE, a Promotoria de Justiça de Moreno deverá ser comunicada sobre as providências que serão tomadas, no prazo de 48 horas.

Segundo Leonardo Caribé, a Secretaria da Cidade e do Meio Ambiente (Secima) elaborou parecer técnico predial no qual demonstra que a escola apresentava inúmeros defeitos construtivos, a exemplo de estruturas de concreto armado desgastadas; pilares da edificação de dois pavimentos fora de prumo e de alinhamento; armaduras externas dos pilares do prédio, no térreo, em processo de oxidação; paredes e parte superior de objetos de madeira, como portas e janelas, repletos de fissuras.