Ceclin
nov 29, 2016 0 Comentário


Engenho abriga história do Brasil colonial em Quipapá, na Mata Sul

Engenho em Quipapá

Principal atividade econômica de Quipapá, assim como de toda a Zona da Mata, é canavieira. Foto: reprodução/TV Jornal

NE10 Interior 

Um engenho localizado em Quipapá, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, abriga um pouco da história do Brasil colonial. O Engenho Laje Bonita, que funciona há 130 anos, é o principal ponto turístico da cidade e produz, principalmente, rapadura e cachaça artesanal.

O método de fabricação dos produtos é através de recursos naturais, como cursos d’água e declive do terreno. O nome do engenho veio a partir do Riacho Duas Barras, cujo leito é formado por uma única laje que mostra a beleza do local.

No engenho, é possível conhecer a “Roda da água inglesa”, que mói a cana-de-açúcar com a força da água desde 1890. Quipapá tem cerca de 25 mil habitantes e fica a 151 quilômetros do Recife. A principal atividade econômica do município, assim como de toda a Zona da Mata do Estado, é canavieira. A safra é responsável pela geração de 70 mil empregos, incluindo campo, indústria e administração, de acordo com o Sindicato da Indústria do Álcool e do Açúcar (Sindaçúcar-PE).

Programa Eu Fui

O município de Quipapá foi o escolhido para o programa “Eu Fui”, exibido pela TV Jornal Interior, no domingo (27). O programa, que estreou este mês, mostra a cultura, a tradição, o turismo e o potencial econômico de municípios do interior de Pernambuco. A exibição é sempre aos domingos, às 9h.