Ceclin
ago 13, 2018 0 Comentário


Encontro em Moreno debateu história da criação do Estatuto da Criança e do Adolescente

O I Encontro de Idealizadores do Estatuto da Criança e do Adolescente trouxe para Moreno representantes de diversos Órgãos. Foto:

O I Encontro de Idealizadores do Estatuto da Criança e do Adolescente trouxe para Moreno representantes de diversos Órgãos. Foto: Jair Aniceto/Divulgação

Durante dois dias, Moreno sediou o I Encontro de Idealizadores do Estatuto da Criança e do Adolescente (Eca). O evento, que aconteceu em um hotel fazenda, foi aberto na ultima quinta-feira (09.08) e encerrado na tarde da sexta (10). O objetivo foi promover o debate sobre a história e os personagens que lutaram pela criação da lei há 28 anos.

Na abertura houve uma apresentação cultural do Centro de Educação Popular Comunidade Viva de Caruaru. Nos debates, Moreno foi lembrado como o município onde houve a primeira discussão para a elaboração do Eca. Quem participou ativamente do movimento criado na época, lembra “Nós tínhamos uma história de diálogo entre governo e sociedade civil na construção da política da criança e do adolescentes. Aqui se discutiu as primeiras propostas daquilo que viria a ser a nova lei”, lembra Irani do Carmo, da equipe técnica do Conselho da Criança e do Adolescente de Pernambuco.

Ao falar na abertura do evento, o prefeito Vavá Rufino lembrou de alguns militantes locais que defendiam a causa do menor e foram importantes na elaboração do estatuto. Na época, Vavá estava no primeiro mandato como prefeito do Moreno. “Foram muitos os líderes que contribuíram para esse processo. Em novembro de 1990, Moreno já tinha criado a Lei Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente. O município foi a semente em defesa dessa causa”, lembrou o prefeito.

Técnicos da Assistência Social do município estiveram participando do evento. Na tarde da sexta-feira, João Batista do Espírito Santo, coordenador do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Prefeitura, participou de mesa de diálogo sobre a importância do Eca na vida das crianças e adolescentes. João Batista integra também o Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua, que tem representação em Moreno.

O I Encontro de Idealizadores do Estatuto da Criança e do Adolescente trouxe para Moreno representantes do Ministério Público, Poder Judiciário, Governo do Estado, Organizações não governamentais e outras entidades de defesa das crianças e adolescentes.