Ceclin
dez 04, 2011 3 Comentários


Encontro do PT define o nome de Jaílton na disputa a Prefeitura da Vitória de Santo Antão

O Diretório Municipal do PT da Vitória de Santo Antão mobilizou os seus filiados para um encontro municipal ocorrido na noite da sexta-feira (02), no auditório da Associação Comercial, no Centro da cidade.

O evento foi o primeiro passo para intensificar o projeto do partido que pretende entrar na disputa para a Prefeitura de Vitória nas eleições 2012, trabalhando o nome do presidente do PT, empresário Jaílton Albuquerque, que também é presidente da Associação Comercial. O PT deve lançar em faixa própria uma candidatura a prefeito em conjunto com uma chapa de pré-candidatos a vereadores que já somam cerca de 18 nomes. Enquanto isso, ensaia uma aliança com o PV e o PP, ambos também procuram entrar na disputa majoritária com Zé da Juliana Móveis e Irmão Madi, respectivamente.

Prestigiado pelo Deputado Federal Fernando Ferro e pelo assessor do gabinete da Deputada Teresa Leitão, ambos do PT, os representantes da Estadual afirmaram o apoio ao projeto municipal do partido e destacaram que o PT de Vitória deve jogar um papel mais audacioso nas eleições do próximo ano, procurando desmistificar a histórica polarização local.

O PT vitoriense já contou com a experiência de fazer disputas majoritárias. Na década de 1980 disputou a Prefeitura com um líder da comunidade rural de Galileia, nos anos 90 a vaga de vice-prefeito com a Professora Alcione Almeida, depois com o Professor Dodó Carvalho a prefeito, e a mais recente com o advogado Aristides Júnior, que chegou a ser candidato a vice em uma aliança com o empresário Antonio de Lemos. Contudo, em nenhuma destas disputas o PT conseguiu lograr uma vaga na Câmara de Vereadores, apesar de alguns momentos ter tido a chance de algumas de suas lideranças ter chegado as primeiras suplências da Casa Diogo de Braga.

Agora, o PT caminha para reforçar nas ruas a pré-campanha do dono do Palácio dos Alimentos, Jaílton Albuquerque. Apostando no discurso da Renovação Política, o empresário reuniu a militância partidária para seguir adiante no desafio de construir uma terceira via na política vitoriense.