Ceclin
dez 01, 2008 3 Comentários


Enchentes no Sul do País: mais uma vez, a espetacularização da tragédia

Teatro de Sombra. Foto extraída em spsoul.blogspot.com
Do Blog Acerto de Contas.
As chuvas que têm causado as enchentes no sul do País trazem para pauta, mais uma vez, as vicissitudes da nossa imprensa: fazer da tragédia um espetáculo comovente.
Na última semana, a grande mídia chegou ao cúmulo do absurdo quando a apresentadora da Rede Globo, Ana Maria Braga, aparaceu na TV vestida com roupa camuflada de militar. Muitas pessoas devem ter ficado com os olhos lacrimosos ante o gesto de “bravura”, “coragem” e “solidariedade” da apresentadora. Veja na foto abaixo:

Mas, não é apenas a Globo que dá os ares da obsessão pelo espetáculo. José Luíz Datena, da Bandeirantes, também. O repórter da Band classificou como “linda” uma cena em que um helicóptero militar resgatava uma mulher grávida.
Já a Rede Record abusou do estilo Indiana Jones, colocando o performático Roberto Cabrini para andar em uma moto pela ruas alagadas de Itajaí, apresentando a matéria do alto de um morro.
Como é praxe dos grandes veículos de comunicação, deixa-se de lado o principal, que é a informação, e coloca-se em primeiro plano o novelesco da tragédia: a espetacularização.
Nesse contexto das mídias, os blogs parecem mostrar que fogem à regra do espetáculo, trazendo mais informações que a imprensa.
Nas últimas semanas, uma série de blogs surgiu com o objetivo de estabelecer redes de informações entre os desabrigados, e criar canais que viabilizem o envio de ajudas e troca de informações. Desde o dia 23, campanhas para arrecadação de donativos têm surgido na blogosfera.
Abaixo, vejam alguns blogs que surgiram para lidar com o assunto:

Notícias de Blumenau
Blog dos Desabrigados
Tragédia no Vale do Itajaí (criado pela RBS, rede hegemônica no sul do País – que parece não querer “ficar atrás” dos independentes)
Informe Blumenau (que passou alguns dias sem postagens, quando o apartamento do seu editor inundou)
Twitter Blumenau (as micro-mensagens do Twitter são enviadas instantaneamente para computadores e celulares conectados à web)

É certo que precisamos tomar muitos cuidados na hora de avaliar as informações disseminadas nos blogs. Credibilidade não é uma entidade metafísica imutável com certificado de garantia “natural”.
Mas, certamente, fica-nos algumas lições. Entre elas, a de que o mundo da informação está passando por uma grande renovação com a internet.
Outra: a forma cretina e espetacular como a grande imprensa trata de assuntos delicados deve ser avaliada com muito senso crítico pelos leitores e telespectadores, para evitar o risco do choro, como se assistissem novelas.
Não podemos nos tornar estúpidos “telepectacularizadores”.

Autor: André Raboni
– 01/12/2008