Ceclin
set 08, 2015 0 Comentário


Emendas de Armando e Côrte Real garantem abertura do Centro de Direitos Humanos em Vitória de Santo Antão

Côrte e EdmoA entidade social vitoriense que presta assistência jurídica gratuita à população carente e também dar suporte jurídico permanente às ONG’s da Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, foi contemplada por duas emendas parlamentares para pioneiramente criar o Centro de Referência em Direitos Humanos. Em funcionamento desde 2010, a Associação Setor Jurídico (ASSEJUR), já atendeu mais de 800 pessoas físicas, na área de direito da família, consumidor e previdenciário, além de prestar assistência a dezenas de associações.  A Assejur é reconhecida de utilidade pública federal pelo Ministério da Justiça desde junho de 2014.

O anúncio de liberação destas emendas se deu em visita oficial a Vitória de Santo Antão na manhã da última sexta-feira (04), quando da passagem do Deputado Federal Jorge Côrte Real (PTB), na Câmara de Vereadores de Vitória, cumprindo agenda na cidade. Confira AQUI e saiba mais também AQUI.

O Centro de Referência em Direitos Humanos será concretizado a partir da articulação de Côrte Real, bem como do vereador Edmo Neves (PMN) e do Ministro do Desenvolvimento Industrial e senador licenciado Armando Monteiro (PTB), quando será implantado este Centro na cidade, para orientação jurídica e social de pessoas hipossuficientes, através de um convênio com a Secretaria de Direitos Humanos do Governo Federal.

ongs vitoriaAo todo, foram destinados R$ 390 mil por iniciativa do Deputado Côrte Real e Armando Monteiro, dos quais R$ 150 mil e mais R$ 240 mil, indicados por Jorge e Armando, respectivamente. Parte destas Emendas foi liberada para empenho no último dia 02 de setembro. O Projeto será executado pela ASSEJUR, em local estratégico, através do Presidente Arthur Neves e mais duas entidades vitorienses, a ONG GAPES – Presidida por Edson Domingos e a Casa da Criança, representada por Tarciana Castelo Branco. Todas com ampla comprovação de capacidade técnica para este fim, as quais são entidades com mais de 10 anos de atuação.

Segundo Arthur Neves, o início da execução deste Centro está marcado para o próximo mês de outubro, atendendo a uma série de requisitos para implantação, a exemplo de localização que atenda as necessidades socioeconômicas do público-alvo que será assistido, bem como a garantia da acessibilidade.

 Assista o vídeo com o Dep. Côrte Real em visita à Vitória…