Ceclin
out 18, 2017 0 Comentário


Emendas parlamentares asseguram R$ 150 milhões para Barragem em Moreno

Barragem Moreno PE

As obras da Barragem do Engenho Pereira, localizada no município de Moreno (RMR), que estão paralisadas há mais de dois anos, ganhou um importante reforço na terça-feira (17/10). Uma emenda coletiva, no valor aproximado de R$ 150 milhões -, de autoria dos deputados federais Betinho Gomes (PSDB), Jarbas Vasconcelos (PMDB) e André de Paula (PSD) -, foi incluída no Orçamento de 2018 e objetiva garantir a retomada dos trabalhos. Assim que for concluída, a barragem será útil tanto para conter as enchentes quanto vai contribuir para o abastecimento d’água das cidades de Jaboatão, Moreno e Vitória de Santo Antão.

Articulador dessa emenda coletiva, o deputado Betinho Gomes ressalta que inverno a inverno, a população pernambucana – sobretudo da Mata Sul e da Região Metropolitana – sofre com as fortes chuvas. Foi assim este ano. Foi assim em 2010, quando a população de Jaboatão e Moreno também foi duramente atingida com o alagamento do Rio Jaboatão. A construção da barragem Engenho Pereira fazia parte do pacotes de barragens que foi anunciada pelo governo estadual naquela época. O Estado fez a desapropriação, iniciou as obras, investiu cerca de R$ 30 milhões, porém, os trabalhos estão paralisados.

“Hoje, trazemos essa grande notícia para os municípios de Moreno, Vitória e Jaboatão. Conseguimos incluir no orçamento de 2018, recursos para retomar as obras do Engenho Pereira. É um primeiro passo que estamos dando. O próximo é brigar junto ao governo federal para a liberação desses recursos”, comemora o tucano.

O parlamentar também destaca que as barragens da Mata Sul vão receber um reforço de recursos para a conclusão das obras. Uma emenda de bancada – dos 25 deputados federais de Pernambuco – está sendo construída para garantir o sossego dos moradores dos municípios da Mata Sul, principal região atingida pelas últimas enchentes, em maio passado.

Engenho Pereira – localizado a 08 quilômetros da sede do município. A Barragem vai captar água no Rio Jaboatão. Quando ficar pronta terá a capacidade de armazenar 46 milhões de metros cúbicos de água. Uma das etapas já concluídas pelo Governo do Estado foi a desapropriação da área e o início da terraplanagem e fundações. A obra, que já consumiu cerca de R$ 30 milhões está paralisada há mais de 3 anos.

assessoria do Deputado Betinho Gomes