Ceclin
jan 18, 2023 0 Comentário


Embaixador de Cabo Verde visitou Vitória de Santo Antão

Vitória de Santo Antão teve um dia histórico na terça-feira (17.01) feriado municipal. Além de celebrar o padroeiro Santo Antão, após cerca de 400 anos, a cidade recebeu a visita oficial de um representante governamental de Cabo Verde, terra-natal do fundador, Diogo de Braga. O embaixador José Pedro Chantre D’Oliveira, acompanhado do cônsul honorário José Ricardo Galdino, esteve durante a manhã e tarde cumprindo agenda no Município, ao lado do prefeito Paulo Roberto (MDB), do vice-prefeito Edmo Neves (PSDB), secretários municipais, representantes do legislativo estadual e federal, conhecendo os laços que unem a história de Vitória e a Ilha de Santo Antão.

O encontro foi iniciado no Palácio José Joaquim da Silva Filho, onde ocorreu a recepção com a apresentação da cultura da cidade e seguido de hasteamento das bandeiras. Em seguida, ocorreu a visita à Praça Diogo de Braga, com homenagens ao fundador e ao país de Cabo Verde. A comitiva também esteve na Praça da Vitória, marco zero da cidade.

O objetivo da visita foi estreitar laços. “Eu me sinto em casa pelo tratamento de fraternidade do prefeito e autoridades civis, e sobretudo, por se sentir na Ilha de Santo Antão. Fui portador para que o prefeito e sua delegação possam visitar o país e a Ilha de Santo Antão, para estreitar esses dois mundos que se chamam Santo Antão e dividem o mesmo padroeiro”, destacou o embaixador.

A programação seguiu com a participação na Concelebração Eucarística, na Matriz de Santo Antão, presidida por Dom Fernando Saburido, em homenagem ao dia do padroeiro. Após almoço no Clube Abanadores – O Leão, foi apresentado o acervo do Instituto Histórico e Geográfico da Vitória, bem como a peça teatral “Vitória, preserva tua história”, com integrantes do grupo Máquina Teatral, Vidart e da Companhia Carlos Nascimento.

“Nós temos esse vínculo da fundação e religioso, e agora vamos buscar esse vínculo na educação, no desenvolvimento econômico, fazendo este intercâmbio com o Cabo Verde”, frisou o prefeito Paulo Roberto.

A CHEGADA DE SANTO ANTÃO – A história retrata que a devoção foi iniciada através do fundador da cidade, Diogo de Braga, oriundo da Ilha de Santo Antão, localizada em Cabo Verde. Aqui ele estabeleceu-se com a família e agregados onde teve origem o povoado e posteriormente se formou a cidade. Dedicando-se principalmente à criação de gado, a região tornou-se um conjunto de fazendas criadoras pertencentes aos mesmos. Diogo Braga fez erigir uma capela sob a invocação de Santo Antão, não apenas por ser o mesmo o padroeiro de sua terra-natal, mas também por ser considerado o patrono dos criadores de gado e protetor dos animais.

RAQUEL LYRA SE REÚNE COM EMBAIXADOR- A governadora Raquel Lyra (PSDB) e a vice-governadora Priscila Krause (Cidadania) receberam, nesta quarta-feira (18.01), a visita do embaixador de Cabo Verde no Brasil, José Pedro Máximo Chantré D’Oliveira. Durante o encontro, realizado no Palácio do Campo das Princesas, debateram o fortalecimento do intercâmbio acadêmico e cultural e como perspectiva, a retomada do voo entre o Recife e a Ilha do Sal, que operou entre outubro de 2015 e março de 2020, sendo suspenso devido às restrições impostas pela pandemia de Covid-19. “Pernambuco e o Cabo Verde tem uma relação histórica que remonta ao século XVII. A cidade de Vitória de Santo Antão foi fundada por um cabo verdeano. A retomada do voo entre o Recife e a Ilha do Sal, será um objetivo a ser seguido por esse governo para o fortalecimento dessas relações com intercâmbios acadêmicos e culturais, o fluxo turístico, e a exportação de produtos feitos em Pernambuco para o continente africano”, destacou Raquel Lyra. “Essa possível retomada vai impulsionar ainda mais o nosso turismo, área em que estamos mais desenvolvidos”, reforçou o embaixador do país.