• Ceclin
fev 23, 2015 0 Comentário


Em Vitória, mototaxistas cobram valores altíssimos

(Foto: Marcio Souza / A Voz da Vitória)

(Foto: Marcio Souza / A Voz da Vitória)

por Pedro Alessandro Silva

Em Vitória de Santo Antão, Zona da Mata do Estado, os valores cobrados das passagens de quem se utiliza do serviço de moto-táxi na cidade deixam os populares revoltados. A ausência de ações efetivas por parte do Poder Público agrava a situação.

Hoje o que vemos é um amontoado de motos atuando num serviço que se tornou necessário, em razão de um sistema municipal de transporte precário e insuficiente, contudo, para o cidadão, este serviço segue sem nenhuma estrutura e sem uma tabela de preços pré-definidas. O fato é que num deslocamento mais distante ninguém tem noção do preço que vai pagar. Soma-se a isso o agravante de que em caso de um possível acidente a quem o usuário deverá recorrer diante de seus direitos?

A respeito do transporte que espera há anos pela regulamentação por parte do Poder Público local, os preços cobrados pelos moto-taxistas beiram o exagero! A exemplo de um deslocamento do Centro de Vitória para o Bairro de Santana, quando a depender do horário, chegam a cobrar entre R$ 6,00 à R$ 8,00. Este preço se pratica durante o dia, pois a noite a taxa cobrada pode chegar a R$ 12,00, tarifa que poderia ser paga a um serviço de Táxi comum. Alguns destes mototaxistas chegam a alegar que os valores é uma forma de compensar o aumento do preço da gasolina, mas desse jeito não se justifica, pois se trata de um veículo econômico.

O serviço de mototáxi em Vitória pena pela desorganização e virou moeda política. A propalada regulamentação e o controle não saíram do papel por conta da ingerência política. A Prefeitura de Vitória não tem interesse em resolver este problema que já se tornou de ordem urbana.