Ceclin
fev 06, 2017 0 Comentário


Em Vitória, entidades se mobilizam contra violação de Direitos dos Idosos e Pessoas com Necessidades Especiais

Foto reunião Minist. Público 02

Reunião na Sede do Ministério Público em Vitória, mobiliza Governo do Estado, Prefeitura e Entidades não Governamentais de Direitos Humanos, contra violação de Direitos dos Idosos e Pessoas com Necessidades Especiais.

No último dia 30/01, na sede do Ministério Público local houve uma reunião com autoridades estaduais, secretários municipais e diretores de entidades não governamentais de Direitos Humanos, voltados para idosos e pessoas com necessidades especiais.

O ano de 2016 foi marcado pelo alto índice de reclamações e denúncias dos idosos e deficientes em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, contra violação de direitos e desrespeitos praticados pelas empresas de ônibus urbanos coletivos, e o atendimento prioritário nas agências bancárias e casas lotéricas.

O então governo municipal foi omisso (não apurava as denúncias), bem como há ausência de uma secretaria de Transportes, e do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa.

Na reunião ficou acordado a formação paritária de um grupo de trabalho com representantes dos governos estadual, municipal e entidades da sociedade civil para analisar as legislações federal, estadual e municipal, sobre transporte público coletivo. A implementação a curto prazo do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, se somará a palestras e campanhas educativas com usuários, empresários dos transportes coletivos, e motoristas. Um centro para o atendimento das reclamações dos idosos e deficientes, registros das empresas de ônibus clandestinas junto a Prefeitura, e fiscalização.

Compareceram a reunião: Dra. Sandra Jucá (Secretaria de Justiça-PE), Sr. Paulo (Centro de Defesa dos Deficientes), Sr. Alexandre Rogério (ADVISA – Associação dos Deficientes da Vitória), Pastor André Manoel (Escritório dos Direitos Humanos Vitória), Wilson Brito (Embaixador da Paz), Dra. Zandramar Ruiz (Secretária de Ação Social), Ten.Cel. Paulo Targino (Secretária de Defesa Cidadã-Guarda Municipal), Vereador Lourinaldo Júnior (Câmara de Vereadores). Prof. Júlio Pipia (Defensor da Justiça Social).

com informações da Assessoria