Ceclin
mar 15, 2014 0 Comentário


Em Palmares, julgamento da morte do médico Maviael Menezes começa nesta segunda (17)

O polícial militar Antônio Agostinho (dir) e o médico Maviael Menezes (esq) mantinham relacionamento há seis anos

Os quatro acusados pela morte do médico Maviael Menezes de Almeida, irão a júri popular nesta segunda-feira (17) em Palmares, na Mata Sul de PE. Entre os quatro acusados está um ex-Policial Militar de Alagoas que cumpre pena.

De acordo com a Juíza Titular da 1ª Vara Criminal, Hydia Virginia Chistino de Landi Faria, a audiência terá início com os depoimentos das testemunhas de acusação e defesa, além de interrogatório dos réus. Os réus são Antônio Agostinho Alves Muniz Filho, José Laudiano do Nascimento, Antonio José da Silva Neto e Ednaldo dos Santos Brandão. Os quatro são acusados de homicídio duplamente qualificado.

A Sessão do Júri será realizada na Casa de Justiça Professor Aníbal Bruno (Novo Fórum) localizado no Bairro Dom Acácio, em Palmares. Serão quatro dias de julgamentos começando na segunda-feira (17) seguindo até a sexta-feira (21) com inicio sempre às 9h.

Caso

O médico Maviael Menezes de Almeida, 52 anos, estava desaparecido desde o último dia 28 de junho de 2012, data em que a família foi à Polícia e registrou um possível sequestro, em Palmares. No dia 1º de julho de 2012, o corpo do médico foi encontrado embaixo de uma ponte na rodovia PE-46, na estrada que liga os municípios de Barreiros a Palmares, entre os engenhos Coqueiral e Jundiá. O cadáver apresentava 17 perfurações de faca, que foi encontrada no local.

Contendo 500 páginas divididas em dois volumes, a Polícia Civil concluiu o inquérito que investigou a morte do médico, motivado por um seguro de vida pelo qual era beneficiado e pela sociedade em uma das empresas do clínico geral, o soldado da Polícia Militar de Alagoas, Antônio Agostinho Alves Muniz Filho, 24, que foi o autor intelectual do crime. O crime aconteceu precisamente no dia 29 de junho daquele ano.

Médico

Maviael de Almeida era conhecido por atuar em várias cidades da região, como Palmares, Belém de Maria, Catende e Água Preta. Ele era filho do ex-deputado estadual e ex-prefeito das cidades de Belém de Maria e Catende, Manoel Ramos de Almeida, e da ex-prefeita de Belém de Maria, Maria Menezes.

O médico era especialista em Saúde Pública e Medicina do Trabalho pela Unicamp (SP), servidor concursado da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco e médico do Trabalho do Centro Regional de Saúde do Trabalhador (Cerest) de Palmares.

Maviel já exerceu os cargos de Secretário Municipal de Saúde de Belém de Maria e Catende, bem como foi diretor do Hospital Regional de Palmares e da Unidade Mista Dr. João Mayrinck também em Catende.

 com informações do PE10